NewsOi HD São Paulo Open

Oi HD São Paulo Open of Surfing é adiado na quinta-feira!

English version below, please scroll down for that version.

A continuação do Oi HD Open of Surfing foi adiada na quinta-feira de ondas inconsistentes e grandes intervalos entre as séries na Praia de Maresias, em São Sebastião. A decisão foi anunciada na terceira chamada do dia, as 11h30, pois as previsões indicam ondas bem melhores para os próximos dias. Dos 96 inscritos de dezenove países, quarenta representantes de onze nações continuam na disputa do título da etapa do QS 10000 apresentada pelo Banco do Brasil, que fecha a "perna brasileira" de fim de ano da WSL South America até domingo na praia mais badalada do litoral norte paulista. A expectativa é de que as ondas ultrapassem 2 metros de altura no fim de semana em São Sebastião para um show de tubos em Maresias.

Lay Day Called for Day 4 Oi HD Pro São Paulo Open of Surfing - Photo: Daniel Smorigo WSL

"O mar não reagiu do jeito que a gente esperava, as condições estão bem difíceis, poucas ondas boas vindo no período de 30 minutos das baterias, então achamos melhor optar por cancelar o evento por hoje (quinta-feira)", disse Piu Pereira, diretor de prova e responsável pela análise das condições do mar a cada dia da competição. "As previsões são boas para os próximos dias. Amanhã (sexta-feira) já devemos ter um novo swell (ondulação), o vento não está forte pra prejudicar a formação das ondas, então acredito que será um bom dia pra adiantar mais a competição pra fechar o campeonato no sábado do domingo em boas condições com vento terral".

A primeira chamada para a quinta bateria da segunda fase do Oi HD Pro São Paulo Open of Surfing foi então anunciada para as 7h30 da sexta-feira na Praia de Maresias. Os quatro surfistas que vão disputar as duas primeiras vagas do dia para a rodada classificatória para as oitavas de final, são os australianos Jack Freestone e Thomas Woods, o sul-africano Beyrick De Vries e o mais jovem participante do QS 10000 de São Sebastião, Samuel Pupo, de apenas 15 anos de idade. Esta segunda fase foi iniciada na quarta-feira com a realização de quatro das doze baterias envolvendo os 48 surfistas que passaram pela primeira fase da competição.

Lay Day Called for Day 4 Oi HD Pro São Paulo Open of Surfing - Photo: Daniel Smorigo WSL

"Todo mundo fica dizendo que as condições vão melhorar, mas elas permanecem iguais todos os dias", disse Jack Freestone, um dos seis que já garantiram classificação para o CT 2016 entre os dez indicados pelo ranking do WSL Qualifying Series. "Eu acho melhor não criar muitas expectativas. Podemos acordar amanhã (sexta-feira) e o mar ainda estar assim, ou podemos acordar com ondas incríveis, não sei. Eu até acho que tem umas ondas hoje que dava para terminar essa segunda fase, mas não me importo se vai rolar ou não, eles decidem".

VAGAS NO G-10 - Enquanto Jack Freestone está tranquilo por já ter atingido o objetivo de todos que competem no WSL Qualifying Series, vários surfistas ainda lutam pelas quatro últimas vagas para a elite dos top-34 do ano que vem. Dos quarenta que continuam na disputa do título do Oi HD São Paulo Open of Surfing, dezenove ainda têm chances matemáticas de entrar no G-10 durante o QS 10000 de São Sebastião, com seis brasileiros entre eles, Michael Rodrigues (CE), Jessé Mendes (SP), Bino Lopes (BA), Hizunomê Bettero (SP) e Tomas Hermes (SC).

Os outros são os norte-americanos Conner Coffin, Nathan Yeomans, Tanner Gudauskas e Michael Dunphy, os australianos Davey Cathels, Mich Coleborn, Cooper Chapman e Yadin Nicol, os havaianos Tanner Hendrickson e Ezekiel Lau, os costa-ricenses Carlos Munoz e Noe Mar McGonagle, o sul-africano Beyrick De Vries e o taitiano Mateia Hiquily. Com tantos concorrentes, essa batalha por vagas no G-10 será travada em praticamente todas as baterias, algumas delas contra as estrelas da "seleção brasileira" do CT que também estão participando do Oi HD São Paulo Open of Surfing apresentado pelo Banco do Brasil.

Lay Day Called for Day 4 Oi HD Pro São Paulo Open of Surfing - Photo: Daniel Smorigo WSL

ESTRELAS MUNDIAIS - O atual campeão mundial Gabriel Medina entra na segunda bateria da sexta-feira com três surfistas que têm chances de entrar na zona de classificação para o CT em São Sebastião, antes do encerramento da temporada no Havaí, o costa-ricense Carlos Munoz, o australiano Cooper Chapman e o havaiano Ezekiel Lau. Depois tem Adriano de Souza no quarto confronto do dia, no sexto os potiguares Italo Ferreira e Jadson André competem juntos, Miguel Pupo entra na bateria seguinte e o defensor do título desta etapa, Filipe Toledo, fecha a segunda fase na Praia de Maresias.

Lay Day Called at the Oi HD São Paulo Open of Surfing

A promising forecast indicates improving conditions at the WSL QS 10,000 event at Praia de Maresias, in São Sebastião

After calls at 7:30 and 11:30 am, Event Organizers decided to call a lay day at the Oi HD São Paulo Open of Surfing presented by Banco do Brasil. Waves in the 3-5 foot range (1-1.5 meters) and moderate onshore winds gradually increased throughout the morning, calling off completion of Round 2 at the QS 10,000 series event at Praia de Maresias, São Sebastião, Brazil.

"Conditions haven't lived up to our expectations and things are pretty difficult out there," said Piu Pereira, Contest Director for the SP Open. "There aren't enough waves with scoring opportunities available for a 30 minute heat. So we decided to call the event off for the day (Thursday). The forecast looks great for the next few days. There should be a new swell coming in tomorrow (Friday) and the wind is supposed to decrease, so I think we can get a lot of heats done tomorrow and finish off on the weekend with offshore winds and hopefully some barrels."

A call is set for 7:30 am on Friday and will see Beyrick De Vries (ZAF) and Thomas Woods (AUS) matched up against 15-year old Samuel Pupo (BRA) and 2016 CT rookie Jack Freestone (AUS) in Heat 5 of Round 2.

Initially, Freestone was in favor of getting his heat in the water, but as conditions worsened, he ended up agreeing with the decision to call a lay day.

"Everyone keeps saying that conditions will improve, but they pretty much stay the same every day," said Freestone. "I don't think it's a good idea to build up expectations. We can wake up tomorrow and it's bad or we can wake up and it can be amazing, I don't know. I think the waves are pretty fun right now and we could finish off the round, but I don't mind if we run today or not. It's their decision."

While Freestone is under no pressure after qualifying for the CT, several other surfers are still fighting to make their way into the Top 10 on the QS rankings. Out of the 40 athletes that remain in competition, 19 of them still have mathematical chances of moving up into eligibility at the QS 10,000 in Maresias.

Conner Coffin (USA), Davey Cathels (AUS), Michael Rodrigues (BRA), Tanner Hendrickson (HAW), Mitch Coleborn (AUS), Carlos Munoz (CRI), Nathan Yeomans (USA), Noe Mar McGonagle (CRI), Jesse Mendes (BRA), Ezekiel Lau (HAW), Beyrick De Vries (ZAF), Bino Lopes (BRA), Tanner Gudauskas (USA), Cooper Chapman (AUS), Hizunome Beterro (BRA), Michael Dunphy (USA), Tomas Hermes (BRA), Mateia Hiquily (PYF), and Yadin Nicol (AUS) are all grouped within 13th and 58th on the QS rankings with the possibility of moving into the qualification zone.

×
World Surf League
Official App
Free – Google Play
Get it