Men's Ericeira World Junior Championships

Brasil Sofre Mais Uma Baixa No Mundial Junior Da WSL

WSL South America

Highlights: Hiroto Ohhara é o destaque
O Japonês fez a maior nota do dia, 9.93

Leer en Español

No sábado rolou competição em séries de 2-3 pés na Praia dos Pescadores e o Brasil sofreu mais uma baixa, com o catarinense Luan Wood sendo barrado pelo japonês Reo Inaba na repescagem. Mas, quatro brasileiros ainda podem aumentar para sete o recorde de títulos mundiais verde-amarelos na categoria para surfistas com até 20 anos de idade da World Surf League, o paulista Deivid Silva, o carioca Lucas Silveira e os catarinenses Yago Dora e Alcides Neto.

O primeiro a disputar classificação para as oitavas de final é Alcides Lopes, na sexta bateria da terceira fase contra o surfista de Guadalupe, Timothee Bisso. Na oitava, está o atual bicampeão sul-americano Pro Junior da WSL South America, Deivid Silva. Ele foi até as semifinais em Portugal no ano passado e é o cabeça de chave número 1 do Ericeira World Junior Championships. Seu adversário é o sul-africano Shane Sykes, que já eliminou um paulista na repescagem, Victor Bernardo.

Luan Wood (BRA) .Ericeira Junior 2016 Luan Wood (BRA) - WSL / Laurent Masurel

Já os outros dois brasileiros estão nas baterias que vão fechar a terceira rodada do Mundial Pro Junior da World Surf League em Portugal. O catarinense Yago Dora enfrenta o costa-ricense Noe Mar McGonagle na penúltima e o carioca Lucas Silveira disputa a última vaga para as oitavas de final com o outro representante de Guadalupe, Gatien Delahaye. As três primeiras vagas já foram definidas no sábado e vencidas pelos japoneses Hiroto Ohhara e Hiroto Arai e pelo norte-americano Noah Schweizer.

Depois de surpreender o mundo no ano passado, ao se tornar o primeiro surfista do Japão a ganhar uma etapa do primeiro escalão do WSL Qualifying Series, o prestigiado e tradicional US Open of Surfing com status QS 10000 na Califórnia, Estados Unidos, Hiroto Ohhara registrou novos recordes para o Ericeira World Junior Championships. Ele achou duas boas ondas nas esquerdas da Praia dos Pescadores para aplicar uma série de três manobras explosivas e receber notas 9,93 e 9,33, totalizando incríveis 19,26 pontos de 20 possíveis. Na melhor delas, arrancou nota 10 de três dos cinco juízes.

Hiroto Ohhara (JPN) Ericeira World Junior 2016 Hiroto Ohhara (JPN) - WSL / Poullenot/Aquashot

"Estou muito feliz, mas fiquei um pouco frustrado no início da bateria porque eu não estava conseguindo pegar as ondas como as que o Matthew (McGillivray) surfou", disse Hiroto Ohhara, sobre o confronto com o sul-africano que abriu a terceira fase no sábado. "Eu não estava ouvindo as notas e não sabia que tinha dois noves. Pensei que ainda tinha que surfar duas ondas boas pra vencer, então fiquei perto dele para tentar pegar mais ondas".

A bateria seguinte foi 100% japonesa e Hiroto Arai derrotou por 14,57 a 12,10 pontos o algoz de Luan Wood, Reo Inaba, para enfrentar o novo recordista absoluto do Ericeira World Junior Championships na abertura das oitavas de final. Já no último confronto do sábado, o norte-americano Noah Schweizer despachou o francês Nelson Cloarec por 16,10 a 11,00 e vai enfrentar na segunda oitava de final o vencedor do duelo australiano entre Soli Bailey e Jacob Willcox, que ficou para abrir o próximo dia de boas ondas em Ericeira.

O catarinense Luan Wood chegou perto de ser o quinto concorrente e até surfou a melhor onda da sua bateria no sábado. No entanto, faltou outra nota boa para somar com o 8,33 recebido nessa e o japonês Reo Inaba acabou vencendo por 14,66 a 14,00 pontos com as notas 7,93 e 6,73 das duas últimas ondas que pegou. Luan Wood terminou em 33.o lugar no Ericeira World Junior Championships, empatado com o paulista Victor Bernardo e os peruanos Juninho Urcia e Alonso Correa, que também perderam na repescagem na sexta-feira.

×
World Surf League
Official App
Free – Google Play
Get it