NewsOi Rio Pro

Domingo de apenas duas baterias no Oi Rio Pro

Bronte Macaulay eliminated in Round four at the Oi Rio Pro in Rio de Janeiro, Brasil on Sunday May 15, 2016. Bronte Macaulay WSL / Daniel Smorigo

O domingo amanheceu ensolarado na capital carioca, mas com ondas pequenas no Postinho da Barra da Tijuca para mais um dia cheio no Oi Rio Pro apresentado por Corona no Rio de Janeiro. Só foram realizadas as duas baterias que restavam para fechar a quarta fase feminina, com a tricampeã mundial Carissa Moore e a francesa Johanne Defay conquistando as duas últimas vagas para as quartas de final. Depois, a competição foi adiada para as 7h00 da segunda-feira no Postinho. A chamada vale também para a terceira fase masculina, com dez brasileiros entre os 24 concorrentes ao prêmio de 100.000 dólares da vitória no quarto desafio do Samsung Galaxy World Surf League Championship Tour 2016.

Filipe Toledo Filipe Toledo WSL / Daniel Smorigo

Se o próximo dia começar pelos homens, o defensor do título do Oi Rio Pro, Filipe Toledo, entra na primeira bateria com o italiano Leonardo Fioravanti. Na segunda, o catarinense Alejo Muniz enfrenta ao havaiano John John Florence. Na quarta, o paulista Caio Ibelli já defende posição no seleto grupo dos top-5 do ranking contra o australiano Ryan Callinan. Depois, tem dois duelos 100% brasileiros que garantem dois classificados para a quarta fase, mas dois serão eliminados em 13.o lugar na etapa brasileira da World Surf League.

A primeira bateria verde-amarela será uma revanche para o campeão mundial Adriano de Souza, que foi derrotado pelo mesmo carioca Lucas Silveira que ele volta a enfrentar no sexto confronto da terceira fase. No sétimo, o potiguar Italo Ferreira, agora na briga direta pela lycra amarela do Jeep WSL Leader do australiano Matt Wilkinson, eliminado no sábado por Deivid Silva, entra no mar com o baiano Marco Fernandez, vencedor da triagem da Federação de Surf do Estado do Rio de Janeiro (RJ). Para assumir a ponta do ranking no Rio de Janeiro, tanto Italo Ferreira como o havaiano Sebastian Zietz precisam vencer o Oi Rio Pro.

Deivid Silva defeated ratings leader Matt Wilkinson in round 2. Deivid Silva WSL / Kelly Cestari

Depois das duas baterias brasileiras, o paulista Miguel Pupo compete contra o mais jovem integrante da elite dos top-34 da World Surf League, o norte-americano Kanoa Igarashi, 18 anos. E mais um duelo verde-amarelo vai fechar a terceira fase, com o recordista absoluto com a primeira nota 10 do Oi Rio Pro 2016, Gabriel Medina, enfrentando o também paulista Deivid Silva. Os vencedores das baterias nesta rodada ganham duas chances de classificação para as quartas de final e os perdedores terminam em 13.o lugar, marcando 1.750 pontos no ranking e recebendo 10.500 dólares de prêmio.

RESULTADOS DO DOMINGO - No domingo de ondas fracas e pequenas no Postinho da Barra da Tijuca, a francesa Johanne Defay e a havaiana Carissa Moore conseguiram ser melhores do que as suas adversárias nas difíceis condições do mar. A primeira bateria foi iniciada as 7h30, já com um bom público enchendo a praia no Postinho. Foi uma disputa muito fraca de ondas, com Johanne Defay derrotando a australiana Laura Enever por um baixo placar de 8,70 a 6,53 pontos. Com a vitória, a francesa seguiu para enfrentar a vice-líder do ranking, Tyler Wright, na terceira bateria das quartas de final.

Carissa Moore of Hawaii winning her Round Four heat. Carissa Moore WSL / Daniel Smorigo

"Eu acordei bem cedo hoje (domingo) e fiz um treino no nascer do sol, mas não estava esperando encontrar essas condições tão ruins na bateria", disse Johanne Defay. "Está bem difícil e procurei ondas para fazer pelo menos duas manobras, então tentei escolher as melhores. Nessa situação, é importante manter a calma. Agora vou enfrentar a Tyler (Wright) e acho que vai ser numa condição diferente. Parece que tem uma ondulação maior chegando, então acho que vai vencer quem escolher as melhores ondas da bateria".

No segundo e último confronto do domingo, a tricampeã mundial Carissa Moore também confirmou o favoritismo contra outra australiana, Bronte Macaulay. A havaiana foi em várias ondas, mas a maioria fechava rápido, sem abrir uma parede mais longa para as manobras. Mesmo assim, ela conseguiu somar notas 6,17 e 5,67 para vencer por 11,84 a 10,93 pontos. Carissa agora fará um duelo de nove títulos mundiais contra a hexacampeã Stephanie Gilmore, que a derrotou na terceira fase. As duas vão disputar a última vaga para as semifinais do Oi Rio Women´s Pro.

Johanne Defay of Reunion advancing to the Quarterfinals. Johanne Defay WSL / Daniel Smorigo

"Competir nessas condições sempre me deixa muito nervosa. É difícil se destacar quando o mar está tão pequeno assim, a não ser que você consiga mandar um aéreo. Tentei ficar bem ativa pegando várias ondas para ter mais oportunidade de tirar boas notas. Agora vou ter mais um confronto com a Steph (Stephanie Gilmore) e ela é uma das minhas surfistas favoritas. Sei que vou ter que dar o meu melhor, porque ela tem surfado muito bem nesse campeonato".

Laura Enever
WSL / Daniel Smorigo
1 of 1
Laura Enever
WSL / Daniel Smorigo
1 of 1
×
×
World Surf League
Official App
Free – Google Play
Get it