Pantin Classic Galicia Pro

Começa o QS 6000 masculino e feminino de Pantin na Espanha

WSL South America

O Pantin Classic Galicia Pro abriu a etapa masculina e feminina com status QS 6000 da Espanha na quarta-feira de ondas com 2-3 pés na Playa de Pantin. Foram disputadas duas rodadas completas da categoria feminina e metade da primeira fase masculina, que no ano passado foi vencida pelo brasileiro Thiago Camarão. Todas as sessenta meninas competiram e das oito participantes da América do Sul, só a brasileira Silvana Lima segue na disputa do título. No masculino, apenas 48 dos 144 inscritos entraram nas doze baterias realizadas, com doze sul-americanos entre eles e sete avançaram para enfrentar os cabeças de chave da segunda fase, os brasileiros Marco Fernandez, Flavio Nakagima, Willian Cardoso e Halley Batista, o peruano Guillermo Satt, o uruguaio Marco Giorgi e o peruano Lucca Mesinas Novaro.

Marco Fernandez (BRA) .Pantin16 Marco Fernandez - WSL / Laurent Masurel

As doze baterias restantes da primeira fase masculina devem abrir a quinta-feira na Playa de Pantin, com a primeira chamada do dia marcada para as 7h45 na Espanha, 2h45 da madrugada pelo fuso horário de Brasília. Mais quatorze surfistas da América do Sul estão na segunda metade da rodada inicial, sendo onze do Brasil, dois do Peru e um da Argentina, o atual líder do ranking sul-americano da WSL South America, Leandro Usuna. Ele vai estrear com o brasileiro Luel Felipe na 22.a bateria. Na seguinte, entra o defensor do título do QS 6000 Pantin Classic Galicia Pro, Thiago Camarão, junto com outro brasileiro, Rafael Teixeira.

Silvana Lima (BRA) .Pantin16 Silvana Lima - WSL / Laurent Masurel

São tantos brasileiros que três foram escalados juntos para disputar apenas duas vagas para a segunda fase na 18.a bateria, o carioca atual campeão mundial Pro Junior da WSL, Lucas Silveira, o paranaense Caetano Vargas e o catarinense Yuri Gonçalves. E foi com uma dobradinha brasileira que começou a participação da América do Sul no QS 6000 da Espanha, com o pernambucano Halley Batista e o baiano Marco Fernandez despachando o havaiano Keoni Yan e o francês Paul Cesar Distinguin no quarto confronto masculino da quarta-feira na Galícia.

Também teve uma dobradinha sul-americana no primeiro dia, do peruano Lucca Mesinas Novaro e do chileno Guillermo Satt, na sétima bateria contra dois havaianos, Mason Ho e Kiron Jabour. Outra quase aconteceu na disputa seguinte, vencida pelo uruguaio Marco Giorgi, mas com o peruano Joaquin Del Castillo perdendo a briga pela segunda vaga para o indonesiano Oney Anwar. Já o paulista Flavio Nakagima e o catarinense Willian Cardoso se classificaram em segundo lugar nas suas baterias. Willian competiu junto com o também catarinense Matheus Navarro, que não achou boas ondas e foi um dos cinco sul-americanos eliminados na quarta-feira em Pantin.

Lucca Mesinas Novaro (PER) .Pantin16 Lucca Mesinas Novaro - WSL / Laurent Masurel

QS 6000 FEMININO - Na categoria feminina, sete das oito participantes da América do Sul também ficaram no primeiro dia. Defendendo a quinta posição no ranking do WSL Qualifying Series, a ex-top do CT, Silvana Lima, foi a única a passar para a rodada classificatória para as oitavas de final do QS 6000 Pantin Classic Galicia Pro. Ela vai enfrentar duas concorrentes diretas por vagas no grupo das seis que se classificam para a elite das top-17 da World Surf League, a norte-americana Sage Erickson e a australiana Bronte Macaulay.

A etapa da Espanha é a penúltima do ano com status máximo da categoria feminina, valendo 6.000 pontos para o ranking. A equatoriana Dominic Barona chegou em Pantin fechando o G-6 e deve sair da zona de classificação para o CT, pois acabou eliminada logo em sua estreia pela espanhola Garazi Sanchez Ortun e pela campeã do Pantin Classic Galicia Pro no ano passado, Chelsea Tuach, de Barbados, uma das que podem lhe tirar da lista na Espanha.

Pantin16 Pantin - WSL / Laurent Masurel

A peruana Anali Gomez era outra que precisava de um bom resultado para entrar de vez na briga por vaga, mas também perdeu na estreia como a equatoriana. Anali caiu junto com a chilena Lorena Fica, para duas surfistas que estão bem próximas de entrar no G-6, a havaiana Alessa Quizon e a australiana Dimity Stoyle. Lorena tinha passado pela primeira fase, assim como a peruana Melanie Giunta, barrada no último confronto feminino do dia.

Melanie conquistou a única vitória da América do Sul na primeira fase, numa bateria que a brasileira Nathalie Martins terminou em último e a espanhola Maddi Aizpurura avançou em segundo lugar. Lorena Fica passou em segundo na sua, vencida pela alemã Frankie Harrer, com ambas despachando a americana Kirra Pinkerton e a australiana Zoe Clarke. Além de Nathalie, também ficaram na primeira fase a brasileira Karol Ribeiro e a argentina Evelyn Gontier.

×
World Surf League
Official App
Free – Google Play
Get it