NewsVans US Open of Surfing - Men's QS

Nove brasileiros já estão na terceira fase do US Open

Highlights: Vans US Open
2:35
Melhores momentos do dia em Huntington Beach.

A cearense Silvana Lima não aproveitou as duas chances de classificação para as quartas de final do sexto desafio do World Surf League Women´s Championship Tour e ficou em nono lugar no Vans US Open of Surfing. Já na etapa do QS 10000, mais cinco brasileiros e o uruguaio Marco Giorgi, passaram para a terceira fase na quarta-feira em Huntington Beach. Agora são nove entre os 48 que vão disputar a última rodada de baterias formadas por quatro surfistas, o defensor do título, Filipe Toledo, Italo Ferreira, Caio Ibelli, Jadson André, Alejo Muniz, Tomas Hermes, Victor Bernardo, Heitor Alves e Lucas Silveira.

Silvana Lima of Brazil finished equal 9th in the VANS US Open of Surfing after placing second to Pauline Ado of France in Heat 4 of Round Four in 4 - 5 foot conditions at Huntington Beach, California, USA. Silvana Lima WSL / Sean Rowland

A segunda fase começou na segunda-feira e ainda sobraram duas baterias para a quinta-feira. A próxima é a do líder do WSL Qualifying Series, Jessé Mendes, primeiro a garantir vaga no CT 2018 pelo ranking de acesso da World Surf League. Ele é o único brasileiro que ainda não estreou no Vans US Open of Surfing. No primeiro dia, Alejo Muniz, Victor Bernardo e Lucas Silveira, foram os primeiros a passar para a fase dos 48 melhores. Na terça-feira, somente Filipe Toledo se classificou. Mais onze competiram na quarta-feira e apenas cinco ficaram entre os dois primeiros colocados nas suas baterias.

O terceiro dia começou com o número 3 do ranking, Yago Dora, terminando em último lugar na bateria que classificou o costa-ricense Carlos Muñoz e o havaiano Keanu Asing. Na disputa seguinte, o cearense Heitor Alves completou um aéreo full-rotation que arrancou nota 8,70 dos juízes. Com ela, ganhou do pernambucano Ian Gouveia o confronto vencido pelo quarto colocado do QS, Michael February, da África do Sul. Nas baterias seguintes, mais dois brasileiros também perderam em terceiro lugar, o cearense Michael Rodrigues e o capixaba Krystian Kymerson.

Jadson pega um tubo sensacional
2:10
Jadson André acha uma das melhores ondas do dia e não decepciona.

DOBRADINHA - Após a dupla eliminação, o potiguar Jadson André e o catarinense Tomas Hermes fizeram a primeira dobradinha brasileira no QS 10000 dos Estados Unidos, contra o norte-americano Nathan Yeomans e o havaiano Wyatt McHale. Miguel Pupo ficou em último na bateria seguinte, mas outros dois tops do CT avançaram, Caio Ibelli e Italo Ferreira, ambos em segundo lugar. Na do Italo, o californiano Patrick Gudauskas derrotou três sul-americanos e David do Carmo foi barrado junto com o argentino Santiago Muniz.

Este foi o penúltimo confronto do dia e as últimas vagas disputadas na quarta-feira foram vencidas pelo australiano Soli Bailey e o uruguaio Marco Giorgi. Os dois despacharam um dos tops da elite do CT no Vans US Open of Surfing, o italiano Leonardo Fioravanti. A 23.a bateria, encabeçada pelo número 1 do QS, Jessé Mendes, ficou para a quinta-feira. A primeira chamada do dia será as 7h30 na Califórnia, 11h30 no fuso horário de Brasília.

Heitor voa alto!
1:51
Heitor Alves vai para o tudo ou nada e é recompensado.

TERCEIRA FASE - Os nove brasileiros e o uruguaio já estão escalados na terceira fase. Quem passar agora, vai disputar classificação para as oitavas de final na rodada formada por três surfistas. O primeiro a competir será Alejo Muniz na segunda bateria, num confronto direto com o japonês Hiroto Ohhara por vaga no grupo dos dez indicados pelo WSL Qualifying Series para a elite dos top-34 do CT. Os dois vão enfrentar o francês Joan Duru e o australiano Ryan Callinan.

Na quarta, acontece a primeira participação dupla, com o paulista Victor Bernardo e o carioca Lucas Silveira contra os australianos Josh Kerr e Davey Cathels. Na sexta bateria, Filipe Toledo faz sua segunda defesa do título do Vans US Open contra o americano Michael Dunphy e mais dois australianos, Jack Freestone e Adam Melling. Depois, tem Heitor Alves na sétima, Jadson André junto Caio Ibelli na nona, Tomas Hermes na décima e Italo Ferreira junto com o uruguaio Marco Giorgi na 12.a e última bateria da terceira fase.

Santiago Muniz surfing during Heat 21 of Round Two Santiago Muniz WSL / Sean Rowland

CT FEMININO - Assim como no dia anterior, a quarta-feira começou com as meninas competindo na sexta etapa do World Surf League Women´s Championship Tour. Foram realizadas as duas rodadas classificatórias para as quartas de final e a brasileira Silvana Lima não conseguiu vencer nenhuma, terminando em nono lugar no Vans US Open.

Ela entrou na terceira bateria do dia e a vice-líder do ranking, Sally Fitzgibbons, confirmou o favoritismo. A australiana fez o melhor surfe da quarta-feira nas ondas de Huntington Beach para vencer por 14,33 pontos, com notas 8,00 e 6,33. Silvana só conseguiu somar 8,57 nas duas ondas computadas e a norte-americana Sage Erickson ficou em segundo com 10,33.

Tyler Wright at the Vans US Open. Tyler Wright WSL / Sean Rowland

Na repescagem, a cearense também não conseguiu achar boas ondas e foi eliminada por apenas um ponto no baixo placar de 8,80 a 7,80 pontos para Pauline Ado. Essa disputa valia a última vaga para as quartas de final e a francesa seguiu para enfrentar uma das surfistas que estão na briga pela lycra amarela do Jeep WSL Leader, a norte-americana Courtney Conlogue.

As outras são as australianas Tyler Wright que lidera o ranking e Sally Fitzgibbons. Tyler enfrenta a havaiana Coco Ho na segunda bateria e Sally entra na terceira com a americana Sage Erickson. Já a primeira batalha por vaga nas semifinais será entre a francesa Johanne Defay e a defensora do título do US Open of Surfing, Tatiana Weston-Webb, do Havaí.

×
World Surf League
Official App
Free – Google Play
Get it