South America

Instituto Gabriel Medina terá forte impacto social na comunidade

WSL South America

Muito mais do que formar talentosos surfistas, o Instituto Gabriel Medina terá um forte impacto social na comunidade. A iniciativa do primeiro brasileiro campeão mundial de surf, junto com sua família, está prestes a iniciar as suas atividades. A sede está quase pronta e fica na Praia de Maresias, em São Sebastião, onde Gabriel aprendeu a surfar e vive até hoje.

Instituto Gabriel Medina Instituto Gabriel Medina - WSL / Fabio Maradei

A ideia inicial foi criar competidores, campeões nas ondas, usando o exemplo de um ícone do surf, mas conforme o projeto foi dimensionado e unindo as experiências de vidas de Gabriel e de sua mãe, Simone Medina, a presidente do Instituto, uma nova e importante vertente ganhou força.

Junto à preparação dos atletas ao alto-rendimento, igual ao que Gabriel tem, inclusive com os mesmos profissionais que acompanham, o Instituto contará com várias ações socioeducativas e de promoção à saúde. O estudo será obrigatório e os participantes ficarão um período na escola e outro na entidade (segunda a sexta-feira), recebendo alimentação e treinamentos específicos dentro e fora d'água, sob a coordenação de Charles Saldanha, que orienta Gabriel desde o início da carreira.

Gabriel Medina - Hang Loose Pro Contest 30 Anos Gabriel Medina competindo no Hang Loose Pro Contest. - WSL / Daniel Smorigo

As famílias dos participantes serão envolvidas e nas atividades estão planejados cursos profissionalizantes, palestras. Entre as ações que estão sendo preparadas está a oficina de maquiagem com a Vult Cosmética, beneficiando as mães. Há, ainda, aulas de idiomas e de noções de informática para os participantes. Outro benefício é a prevenção de saúde, com exames médicos e odontológicos periódicos, com profissionais parceiros da iniciativa, com grande experiência e vivência neste envolvimento social.

"O Gabriel quer, com a nossa ajuda, transformar a vida dessas crianças. Elas precisam estar prontas para conquistarem e conseguirem conviver com isso. Serem seres humanos realizados, prontos para viver qualquer situação na vida. Através do esporte, conseguimos trabalhar princípios na vida. O esporte dita regras", comenta. "Vamos enraizar princípios neles e nas famílias, para criar uma engrenagem sincronizada. Acredito no caminho inverso. Os pais sendo transformados pelos filhos. ", enfatiza Simone, que facilmente se emociona ao falar do Instituto.

Instituto Gabriel Medina Família Medina - WSL / Fabio Maradei

Depois de uma reunião geral com a equipe que atuará no Instituto e ver a fachada praticamente pronta, ela demonstra todo o carinho pelo novo projeto. "Meu Deus! Como é bom sentir a emoção, a felicidade, a plenitude de realizar um sonho. Sabe aquela emoção de quando ganhamos um filho? Que elas se misturam com uma felicidade inexplicável, a responsabilidade de ter alguém dali para frete, que depende de você e aquele ser é o que você tem de melhor naquele momento e que ele te basta? Esta é a sensação quando entro no Instituto", descreve.

"É o sonho de um filho gerado, que nasceu e que com muita felicidade, responsabilidade e amor vamos amamentá-lo, ensiná-lo a andar, a falar, ajudar na sua formação e nos alegrar com os resultados. Nos emocionar de novo e de novo e de novo durante muitas e muitas vezes, até às próximas gerações. Obrigado Deus!", complementa a presidente do Instituto Gabriel Medina.

Charles, Simone e Gabriel Charles, Simone e Gabriel - WSL / Fabio Maradei

Simone demonstra grande expectativa para o futuro da instituição. Sabe que nem todos os participantes se tornarão futuros campeões nas ondas, mas serão preparados para serem bons cidadãos e vencedores nas carreiras que seguirem. "Eu conheço a realidade deles, eu vivi essa realidade. Se ele for um porteiro, um jardineiro, fará a diferença e ensinará as pessoas que estarão junto. Temos de aproveitar esse mecanismo, essa ferramenta que estamos criando", argumenta.

"Vejo esperança nessa nova geração. Queremos mudar a realidade de um vilarejo, mais tarde de uma cidade, depois de um estado e de um país. Eu vou bem além. Porque isso vai se espalhar. Acredito nisso! Vamos plantar e lá na frente muitos vão colher. Uma semente que vai dar fruto. Isso é certo. Eu garanto. E como falam no surf, Tamo Junto!", ressalta Simone Medina.

Instituto Gabriel Medina Simone Medina - WSL / Rodrigo Cruz

LEI DE INCENTIVO AO ESPORTE - A sede do Instituto Gabriel Medina está na Praia de Maresias (Avenida Francisco Loup, 893). Toda a estrutura está sendo erguida com recursos próprios e inclui academia, sala de aula, consultório médico, piscina, cama elástica (para treinos de aéreos) e até um palanque para a realização de campeonatos e simulação de baterias. Participarão surfistas dos dez aos 16 anos, pré-selecionados no Circuito Medina/ASM 2016 e em futuras "peneiras".

Para a manutenção do Instituto, será usada a Lei de Incentivo ao Esporte (LIE), do Ministério do Esporte, mecanismo onde as empresas investem, doando 1% do Imposto de Renda. Dinheiro que já seria destinado a tributação, mas que é destinado a ajudar e desenvolver o esporte. "Assim que o nosso projeto for aprovado pelo Ministérios, vamos captar os recursos com empresas interessadas, que terão total envolvimento com nossas ações. Serão como pais dessas crianças", comenta Simone.

Gabriel Medina during his Round Four heat. Gabriel Medina em Sunset no Hawaii - WSL / Ed Sloane

Além da LIE, o Instituto Gabriel Medina terá patrocinadores, como a Coppertone, primeira parceira oficial, que lançou a campanha #ContaComigoMedina, destinando um real à instituição de cada protetor solar da marca vendido nesse verão. "Sou presidente do Instituto com muito orgulho. Montamos uma equipe com pessoas que conhecemos, confiamos e sabemos que levarão a sério. Agora, vamos buscar as empresas que querem embarcar com a gente nesse sonho", completa.