World Junior Championship

Peruano avança batendo recorde no Mundial Pro Junior

WSL South America

Highlights: World Junior Championship
Alonso Correa é o destaque do segundo dia em Bombo Beach, New South Wales.

A quinta-feira amanheceu com boas ondas de 2-3 pés em Bombo Beach e o peruano Alonso Correa venceu o duelo sul-americano com o brasileiro Kim Matheus Marcondes com um novo recorde de 14,83 pontos para o World Surf League Junior Championship 2016 na Austrália. Ele só pegou três ondas na bateria e avançou para a terceira fase com as notas 7,50 e 7,33 das duas últimas que surfou no segundo confronto do dia. O peruano e os brasileiros Weslley Dantas e Mateus Herdy, que estrearam com vitórias na quarta-feira, seguem na disputa do título mundial Pro Junior em Kiama, na costa sul de New South Wales.

Alonso Correa of PER winning Heat 2 of Round Two at the World Junior Championship. Alonso Correa - WSL / Kelly Cestari

"Eu não esperava que as ondas ficassem tão boas assim hoje (quinta-feira). As ondas estão ótimas para uma competição e pena que tive que competir com outro sul-americano tão cedo, mas é assim que os campeonatos acontecem", disse o peruano Alonso Correa, que confessou estar um pouco cansado ainda da viagem do Peru para a Austrália, que durou quatro dias. "Foi realmente uma missão muito cansativa para chegar aqui, por isso estou muito contente por ter passado para a próxima fase".

Com a derrota para Alonso Correa, Kim Matheus Marcondes terminou em 25.o lugar no World Surf League Junior Championship 2016. O brasileiro também surfou uma boa onda que tirou nota 7,40 dos juízes, mas acabou computando um 5,50 no placar de 12,90 pontos, contra 14,83 do peruano. O paulista é a única baixa do time da WSL South America na Austrália, pois as meninas não competiram na quinta-feira. A brasileira Tainá Hinckel e a argentina Josefina Ane ainda vão tentar aproveitar a segunda chance de classificação para a terceira fase.

Kim Matheus Marcondes of Brazil placed second in Heat 2 of Round Two at the World Junior Championship. Kim Matheus - WSL / Kelly Cestari

Antes de Alonso Correa registrar a maior somatória do World Surf League Junior Championship 2016, o havaiano Finn McGill já havia superado o recorde de 14,00 pontos do primeiro dia na bateria que abriu a quinta-feira em Bombo Beach. Campeão da triagem do Billabong Pipe Masters no ano passado, McGill encontrou longas esquerdas para mostrar a potência do seu backside (surfando de costas para a onda) contra o inglês Arran Strong. Sua melhor onda valeu nota 7,60, que somou com o 7,17 que já tinha conseguido, para totalizar 14,77 pontos.

"As ondas estão muito divertidas lá fora", destacou Finn McGill. "Estão muito mais limpas do que ontem (quarta-feira), com boas condições para fazer várias manobras. Estão muito boas para tirar notas mais altas, especialmente com apenas mais um surfista na bateria. Eu sinto que cometi alguns erros de prioridade (de escolha da próxima onda), mas estou feliz porque consegui vencer mesmo assim".

Finn McGill of Hawaii winning Heat 1 of Round Two at the World Junior Championship. Finn McGill - WSL / Kelly Cestari

A primeira rodada eliminatória do World Surf League Junior Championship 2016 continuou rolando sem grandes surpresas, mas as condições do mar foram se deteriorando no decorrer do dia. A competição chegou a ser paralisada após a décima bateria e depois retornou para realizar as duas que faltavam para fechar a segunda fase masculina. Já a feminina acabou sendo adiada para a sexta-feira. A primeira chamada do dia será as 7h30 na Austrália, 18h30 da quinta-feira pelo fuso horário de Brasília, ao vivo pelo www.worldsurfleague.com

Marco Mignot of France winning Heat 12 of Round Two at the World Junior Championship. Marco Mignot - WSL / Kelly Cestari

TERCEIRA FASE - A chamada é para as duas categorias e se a comissão técnica decidir começar pela terceira fase masculina, dois sul-americanos vão disputar os primeiros confrontos do dia. O peruano Alonso Correa vai enfrentar o francês Marco Mignot na primeira bateria e o brasileiro Mateus Herdy entra na segunda com o norte-americano Kei Kobayashi. Já o atual campeão sul-americano Pro Junior da WSL South America, Weslley Dantas, está na nona bateria com o australiano local de New South Wales, Sandon Whittaker. Quem vencer agora, já vai disputar classificação para as quartas de final na quarta fase da competição.

×
World Surf League
Official App
Free – Google Play
Get it