NewsFour Seasons Maldives Surfing Champions TrophyMaya Gabeira

Estrelas do esporte chegam ao paraíso para "o evento mais luxuoso do surf"

Maya Gabeira getting acquainted with her single fin Maya Gabeira se acostumando com sua monoquilha nas Maldivas. WSL / Sean Scott

Com os seis convidados para o "Four Seasons Maldives Surfing Champions Trophy" já instalados na paradisíaca ilha de Kuda Huraa, o palco deste ano está preparado para o início "do evento de surf mais luxuoso do mundo" - que deverá ocorrer até o final desta semana nas perfeitas direitas que quebram sobre a bancada de coral de Sultans Point.

Após levar pra casa o troféu do evento de 2016, o ex-surfista do Championship Tour (CT), Taj Burrow, voltou ao Four Seasons para defender seu título. Taj dedicou uma boa parte do seu tempo surfando por estes lados do planeta desde o ano passado e não perdeu a competitividade que o levou a ser o número 2 do mundo em diversas ocasiões ao longo da sua carreira, o que significa que ele é o principal candidato a ser acompanhado de perto quando a competição começar.

Taj Burrow Taj Burrow voando para a vitória em 2016. WSL / Sean Scott

"Venho contando os dias para a chegada desse evento desde que deixei esse lugar o ano passado," disse Burrow. "Tudo é incrível aqui: os amigos, as ondas, a experiência no Four Seasons... tudo. Tive alguns dias para me reacostumar com minhas pranchas biquilha e monoquilha, mas com certeza tenho que continuar treinando antes que a competição comece."

Mais conhecida pelas suas aventuras em ondas grandes, a brasileira Maya Gabeira entra como a única competidora feminina no evento. Em sua primeira visita às Maldivas, Maya não tem certeza se ela está mais animada por surfar no paraíso ou por competir ao lado de alguns de seus maiores ídolos.

Maya Gabeira getting acquainted with her single fin Não são as ondas tamanho XXL pelas quais Maya Gabeira é mais conhecida mas com certeza o visual é de sonho em Sultans. WSL / Sean Scott

"Esta é a minha primeira vez nas Maldivas e estou totalmente impressionada", disse Gabeira. "Nunca tinha surfado de biquilha ou monoquilha antes, está sendo muito legal a experiência. Estou também ansiosa para que a competição comece... surfar com alguns dos meus heróis vai ser maravilhoso."

"É uma verdadeira honra surfar neste evento com alguns dos meus surfistas favoritos", disse Maya. "Adoro surfar com pranchas diferentes, então eu sinto que o formato do campeonato se encaixa comigo. Mal posso esperar para surfar contra os profissionais. Taj (Burrow) é meu surfista favorito de todos os tempos, vai ser sensacional pegar umas ondas com ele."

O surfista local Ismail Miglal (também conhecido como Kuda Issey) é, de longe, o mais experiente em Sultans e está adorando a oportunidade de dividir as ondas com alguns dos melhores do mundo. Com a previsão para a janela do evento revelando condições difíceis, o conhecimento local de Kuda Issey, sem dúvida, jogará fortemente ao seu favor.

Ismail Miglal Ismail Miglal está energizado para surfar Sultans com seus heróis. WSL / Tropic Surf

"É uma verdadeira honra surfar neste evento com alguns dos meus surfistas favoritos", disse Miglal. "Adoro surfar com pranchas diferentes, então eu sinto que o formato do campeonato se encaixa comigo. Mal posso esperar para surfar contra os profissionais. Taj (Burrow) é meu surfista favorito de todos os tempos, vai ser sensacional pegar umas ondas com ele."

O campeão mundial de 2001, C.J. Hobgood já tinha feito a viagem para as Maldivas anteriormente, mas conta essa como a mais emocionante. O atirado goofy está feliz com a oportunidade de continuar sua carreira competitiva em um ambiente mais relaxado, podendo provar novas pranchas pelo caminho.

Competitors welcomed at the opening ceremony for the 2017 FSMSCT O co-fundador do evento, Ross Phillips, da Tropicsurf, apresentando os competidores na cerimônia de abertura. WSL / Sean Scott

"Esse tipo de coisa parece um sonho para mim", disse Hobgood. "Eu senti como se tudo estivesse desacelerando depois que eu saí do CT e então aparece uma competição como essa, aqui... no paraíso, com minha esposa, é quase bom demais para ser verdade. Eu nunca fui muito de experimentar pranchas diferentes, então ainda estou me adaptando com as monoquilhas e biquilhas, mas é uma sensação muito boa quando se consegue encaixar os pés nelas. Estou amarradão aqui."

Outro que já participou do evento e está de volta em 2017, sendo também um antigo número 2 do mundo, é Rob Machado. O californiano tranquilão tem estilo de sobra e habilidade comprovada em todas os tipos e tamanhos de pranchas, o que o torna um competidor perfeito para o formato multidisciplinar do Surfing Champions Trophy. Machado estará surfando com um conjunto de pranchas que ele mesmo shapeou, algo que acontece pele primeira vez na história do evento.

Outro competidor que irá surfar com shapes de Machado é o ex-surfista do CT e comentarista da WSL, Ross Williams. Hoje em dia, Williams está utilizando sua mente competitiva excepcionalmente afiada como técnico do campeão mundial de 2016 da WSL, John John Florence. Esta semana, ele irá reunir todas essas habilidades vestido com uma camiseta de competição pela primeira vez em muito tempo.

Rob Machado and Ross Williams talking boards in the Maldives Rob e Ross colocando a conversa em dia WSL / Sean Scott

Com as condições nos dias de abertura da janela de espera não devendo alcançar o patamar mínimo necessário para que o evento seja realizado, a previsão parece promissora para começar na sexta-feira, 11 de agosto.

Coordenador do evento e fundador da Tropicsurf, o australiano Ross Philips vem surfando nas Maldivas há cerca de duas décadas e acredita que as condições certamente melhorarão até o final da semana.

"Estamos num intervalo entre swells e as ondas da últimas semanas continuam diminuindo", disse Philips. "Nós também temos ventos alísios soprando com força, o que torna as ondas pequenas ainda mais difíceis de serem surfadas. Na sexta-feira, temos um aumento no swell e os ventos parece que irão diminuir, então vamos esperar até lá para iniciar o evento com as melhores condições da janela."

The of beautiful colours of the Maldives Não é um lugar ruim para aguardar o swell por alguns dias. WSL / Sean Scott
×
×
World Surf League
Official App
Free – Google Play
Get it