NewsRip Curl Pro Argentina

Rip Curl Pro Argentina é adiado na quinta-feira em Mar del Plata

A quinta-feira amanheceu com ondas muito pequenas na Playa Grande e a comissão técnica do Rip Curl Pro Argentina preferiu aguardar por melhores condições para dar sequência a etapa do World Surf League Qualifying Series em Mar del Plata. A decisão foi anunciada na segunda chamada do dia, as 13h00. O evento tem prazo até o Domingo de Páscoa para ser encerrado e uma nova chamada para a terceira fase do QS 1500 masculino e para a segunda rodada do QS 1000 feminino, foi marcada para as 8h00 da sexta-feira na Argentina.

Rip Curl Pro Argentina Rip Curl Pro Argentina WSL / @surfinglatino - Beto Oviedo

Do total de 72 surfistas de oito países que iniciou a competição masculina, 32 passaram pelas duas fases disputadas na terça-feira. A maioria é do Brasil com 23 concorrentes ainda na briga e, até agora, todas as cinco edições do QS 1500 Rip Curl Pro Argentina foram vencidas pelos brasileiros. Seis argentinos, dois chilenos e um peruano, vão tentar quebrar essa hegemonia verde-amarela de vitórias em Mar del Plata esse ano.

Os 32 candidatos ao troféu de campeão de 2018, estão divididos em oito baterias na terceira fase. Os dois primeiros colocados em cada, avançam para disputar classificação para as quartas de final nas quatro baterias da quarta fase, última de confrontos formados por quatro competidores. O formato depois muda para o formato homem-a-homem até a grande final.

Ornella Pellizzari,Lorena Fica and Sofia Mulanovich - Rip Curl Pro Argentina Ornella Pellizzari,Lorena Fica and Sofia Mulanovich WSL / @surfinglatino - Beto Oviedo

QS FEMININO - É assim também na etapa do QS 1000 feminino do Rip Curl Pro Argentina, mas as meninas já estão nesta rodada valendo vagas para as quartas de final. As 26 inscritas de oito países estrearam na quarta-feira e dezesseis avançaram para as quatro baterias da segunda fase em Mar del Plata. No ano passado, a primeira a vencer um QS feminino na Argentina foi a equatoriana Dominic Barona.

Ela está em Mar del Plata para defender o título e a liderança do ranking sul-americano da WSL South America, pois largou na frente com a vitória na primeira etapa deste ano no Peru. Mas, as argentinas são maioria para tentar deixar o troféu de campeã em casa esse ano, com sete surfistas. Quatro brasileiras, duas peruanas, uma chilena e uma norte-americana, também vão tentar passar para as quartas de final na Playa Grande.

Organizado pela XXL Sports, o Rip Curl Pro Argentina é um dos principais eventos do WSL Qualifying Series na América do Sul.

World Surf League
Download it for free on the App store. Download it for free on Google Play.
Download
Download