NewsBallito Pro pres by Billabong

Sofia Mulanovich vence o QS 1000 de Ballito na África

O QS 10000 Ballito Pro fechou a segunda fase na quarta-feira com mais três brasileiros avançando para a terceira rodada da primeira etapa com pontuação máxima do WSL Qualifying Series em 2018. Com a classificação do baiano Bino Lopes, o paulista Hizunomê Bettero e o paranaense Peterson Crisanto, o Brasil segue com quinze concorrentes ao título na África do Sul. Também na quarta-feira foi finalizada a etapa feminina do QS 1000 com vitória da peruana Sofia Mulanovich sobre a australiana Philippa Anderson.

Sofia Mulanovich (PER) is the WINNER of the Women's 2018 Ballito Pro pres by Billabong after winning the final at Ballito, South Africa. Sofia Mulanovich WSL / Kelly Cestari

A campeã mundial de 2004 foi a única participante da América do Sul no Ballito Pro e venceu todas as cinco baterias que disputou em Willard Beach. Nas fases decisivas da quarta-feira, ela derrotou a japonesa Shino Matsuda, a havaiana Zoe McDougall e a surfista de Barbados, Chelsea Tuach, na disputa pelas duas últimas vagas para as semifinais. Depois, despachou a própria Shino Matsuda somando uma nota 7,50 no placar de 14,00 a 7,40 pontos na segunda classificatória para a grande final.

Na decisão do título, a experiente Sofia Mulanovich também surfou as melhores ondas que entraram na bateria para derrotar a australiana Philippa Anderson por 11,25 a 9,10 pontos. A peruana computou as notas 6,00 e 5,25 que recebeu nas duas primeiras ondas que completou em Willard Beach. A australiana só conseguiu 4,85 em sua melhor apresentação na final e Sofia Mulanovich voltou a comemorar uma vitória no Circuito Mundial no QS 1000 Ballito Pro.

Former Women's World Champion Sofia Mulanovich (PER) advances to Round 2 of the Women's 2018 Ballito Pro pres by Billabong after winning Heat 7 of Round 1 at Ballito, South Africa. Sofia Mulanovich WSL / Kelly Cestari

QUINZE BRASILEIROS - Antes das meninas competirem, foram disputadas as quatro baterias restantes da segunda fase do QS 10000 masculino, todas com participação de surfistas da América do Sul. Na primeira do dia, o uruguaio Marco Giorgi foi barrado pelo japonês Kanoa Igarashi e pelo português Vasco Ribeiro, que tirou a maior nota do dia - 8,33 - logo na primeira onda que surfou na sua estreia na etapa sul-africana em Willard Beach.

Na disputa seguinte, o baiano Bino Lopes despachou o japonês Joh Azuchi e o francês Marc Lacomare para passar em segundo lugar na bateria vencida pelo australiano Connor O´Leary. As duas últimas tiveram participação dupla do Brasil, mas com apenas um se classificando. O potiguar Jadson André defendia a quinta posição no ranking e foi eliminado pelo francês Jorgann Couzinet na vitória do paulista Hizunomê Bettero. O paranaense Peterson Crisanto venceu a última, mas o americano Michael Dunphy impediu a dobradinha brasileira despachando o cearense top do CT, Michael Rodrigues.

Bino Lopes (BRA) advances to Round 3 of the 2018 Ballito Pro pres by Billabong after placing second in Heat 22 of Round 2 at Ballito, South Africa. Bino Lopes WSL / Kelly Cestari

TERCEIRA FASE - Com a combinação dos resultados, os três classificados na quarta-feira, Bino Lopes, Hizunomê Bettero e Peterson Crisanto, vão competir juntos na última bateria da terceira fase com o japonês Kanoa Igarashi. São quinze brasileiros entre os 48 surfistas que seguem na briga pelo título do primeiro QS 10000 do ano na África do Sul. Os primeiros a disputar vagas para a rodada classificatória para as oitavas de final são os paulistas Flavio Nakagima na segunda bateria e Wiggolly Dantas na terceira.

Depois, tem o paulista Marcos Correa na quinta e na sexta mais uma participação tripla de surfistas da América do Sul, com o vice-líder do ranking e recordista de pontos do Ballito Pro, Deivid Silva, o top do CT Jessé Mendes e o argentino Santiago Muniz, enfrentando o australiano Cooper Chapman. Na sétima bateria, o catarinense Yago Dora está sozinho com três competidores de outros países, antes de três seguidas com dois brasileiros em cada.

Peterson Crisanto (BRA) advances to Round 3 of the 2018 Ballito Pro pres by Billabong after winning Heat 24 of Round 2 at Ballito, South Africa. Peterson Crisanto WSL / Kelly Cestari

Na oitava, o pernambucano Luel Felipe e o paulista Samuel Pupo disputam duas vagas para a quarta fase com o americano Evan Geiselman e o japonês Hiroto Ohhara. Na nona, entram o capixaba Krystian Kymerson e o catarinense Mateus Herdy com o francês Jeremy Flores e o sul-africano Matthew McGillivray. E na décima, o confronto será entre o pernambucano Ian Gouveia, o paulista Thiago Camarão, o americano Nat Young e o havaiano Barron Mamiya.

World Surf League
Download it for free on the App store. Download it for free on Google Play.
Download
Download