NewsCorona Open J-Bay - Men'sMichael Rodrigues

Filipe Toledo brilha na abertura do Corona Open J-Bay

O atual campe√£o do Corona Open J-Bay brilhou no primeiro dia da etapa que abre a segunda metade do World Surf League Championship Tour 2018 na √Āfrica do Sul. O paulista Filipe Toledo fez a melhor apresenta√ß√£o da segunda-feira nas direitas de Jeffreys Bay, surfando dois tubos numa onda que valeu nota 9,17. Al√©m do defensor do t√≠tulo e vice-l√≠der no ranking, mais quatro brasileiros venceram suas primeiras baterias e j√° passaram para a terceira fase da etapa sul-africana, o campe√£o mundial Gabriel Medina, Willian Cardoso, Yago Dora e Wiggolly Dantas, que derrotou o n√ļmero 3 do Jeep Leaderboard, Italo Ferreira, no duelo verde-amarelo da repescagem que fechou a segunda-feira na √Āfrica do Sul.

Brazilian Filipe Toledo wins R1 H5 at the Corona Open J-Bay Filipe Toledo WSL / Pierre Tostee

"Estou muito feliz por estar de volta a J-Bay. Eu me sinto em casa aqui, as pessoas s√£o muito acolhedoras e isso me deixa muito confort√°vel e mais confiante para competir", disse Filipe Toledo. "Eu amo essa onda e √© muito bom surfar J-Bay perfeito novamente. As ondas n√£o est√£o t√£o grandes como no ano passado, mas com condi√ß√Ķes perfeitas para lindos tubos. Aqui eu consegui, certamente, uma das maiores vit√≥rias da minha carreira. Foi realmente especial e o evento promete ser muito bom de novo, com boas ondas para surfar todos os dias".

A bateria de Filipe Toledo foi a quinta do dia e a melhor onda surfada na segunda-feira foi a terceira que ele pegou. Começou manobrando forte, atacando a direita com três batidas e rasgadas antes de entrar no primeiro tubo. Passou a sessão, saiu, fez mais alguns movimentos, encaixou em outro tubo mais profundo e saiu limpo de novo para receber nota 9,17 dos juízes. Com ela, superou o australiano Matt Wilkinson por 13,84 a 12,14 pontos e o outro paulista da bateria, Wiggolly Dantas, ficou em terceiro com 10,67 nas duas ondas computadas.

Brazilian Wiggolly Dantas advanced to Round Three of the Corona Open J-Bay with a win over compatriot Ital Ferreira. Wiggolly Dantas WSL / Pierre Tostee

Wiggolly fez parte da elite do CT at√© o ano passado e foi chamado para substituir o bicampe√£o mundial John John Florence nesta etapa, pois o havaiano se contundiu durante as duas provas de Bali, na Indon√©sia. Ele voltou ao mar no final do dia para enfrentar o n√ļmero 3 do ranking, Italo Ferreira, na segunda bateria 100% brasileira da segunda-feira em Jeffreys Bay. Apesar de todo o favoritismo do potiguar, √ļnico que j√° ganhou duas etapas esse ano, o convidado pegou as melhores ondas para vencer por 11,77 a 9,73. Wiggolly foi o quinto brasileiro a passar para a terceira fase no primeiro dia. Os outros j√° haviam estreado com vit√≥rias na rodada inicial.

"Estou me sentindo bem e muito feliz por ter vencido uma bateria aqui nesse lugar incr√≠vel", disse Wiggolly Dantas. "De manh√£, surfei com uma prancha menor e mudei para uma maior nessa bateria. √Č a mesma prancha que usei em Haleiwa Beach (Hava√≠) no ano passado, quando fiquei em terceiro lugar e eu sabia que ela ia funcionar melhor pro meu backside aqui. √Č bom sempre ter uma prancha antiga que voc√™ confia mais para tentar fazer grandes curvas".

Gabriel Medina (BRA) advances directly to Round 3 of the 2018 Corona Open J-Bay after winning Heat 4 of Round 1 at Supertubes, Jeffreys Bay, South Africa. Gabriel Medina WSL / Kelly Cestari

BATERIA BRASILEIRA - Na rodada inicial, a primeira classifica√ß√£o direta s√≥ veio na primeira bateria verde-amarela do Corona Open J-Bay, com Gabriel Medina derrotando o catarinense Tomas Hermes e o paulista Miguel Pupo, que mais uma vez substitui o contundido Caio Ibelli na "sele√ß√£o brasileira". Medina s√≥ precisou de 11,83 pontos para superar os 9,20 de Tomas e 6,93 de Pupo. Antes, o pernambucano Ian Gouveia j√° havia sido mandado para a repescagem pelo havaiano Sebastian Zietz e Italo Ferreira pelo japon√™s Kanoa Igarashi, no confronto que marcou o retorno de Kelly Slater √†s competi√ß√Ķes do WSL Championship Tour.

"O vento est√° muito forte l√° fora, mas estou feliz por ter escolhido as duas ondas certas pra vencer", disse Gabriel Medina. "Na verdade, est√° bem dif√≠cil de surfar. At√© tem ondas, mas demoram para entrar e est√£o lentas. Ainda bem que passei direto para a terceira fase, mas espero conseguir ondas melhores na pr√≥xima fase. Eu fui para casa depois de Bali, para treinar e ficar com meus amigos e familiares. Foi bem divertido e eu adoro estar em casa, ent√£o aproveitei bastante antes de voltar √†s competi√ß√Ķes".

Brazilian Willian Cardoso winner of R1 H7 at the Corona Open J-bay. Willian Cardoso WSL / Pierre Tostee

Depois de Medina, Filipe Toledo ganhou a bateria seguinte e o catarinense Willian Cardoso conquistou a terceira vitória brasileira em sua primeira apresentação após o fantástico título no Uluwatu CT conquistado em Bali, na Indonésia. Ele derrotou os havaianos Keanu Asing e Ezekiel Lau por 12,30 pontos, em sua primeira defesa da excelente quinta posição do melhor estreante nas cinco primeiras etapas da temporada 2018.

O Brasil voltou ao mar nas tr√™s √ļltimas baterias da primeira fase. Na d√©cima, foi em dose dupla e o catarinense Yago Dora conseguiu vencer nas duas √ļltimas ondas que surfou e valeram notas 7,90 e 5,33. Com elas, atingiu 13,23 pontos para tirar o primeiro lugar do australiano Adrian Buchan, que estava ganhando por uma pequena vantagem de 11,67 a 11,23 do campe√£o mundial Adriano de Souza, que acabou caindo para a √ļltima posi√ß√£o.

Jesse Mendes (BRA) will surf in Round 2 of the 2018 Corona Open J-Bay after placing third in Heat 11 of Round 1 at Supertubes, Jeffreys Bay, South Africa. Jesse Mendes WSL / Kelly Cestari

Na sequência, dois estreantes na "seleção brasileira" deste ano também ficaram em terceiro lugar nas suas baterias. Na 11.a, o paulista Jessé Mendes perdeu a vaga direta para a terceira fase para o norte-americano Griffin Colapinto e na disputa seguinte o francês Jeremy Flores fez o segundo maior placar do dia - 15,80 pontos - contra o cearense Michael Rodrigues. Com essas derrotas, oito dos doze participantes do Brasil caíram para a repescagem.

SEGUNDA FASE - Essa primeira rodada eliminat√≥ria j√° foi iniciada na segunda-feira com as duas primeiras baterias fechando o primeiro dia. O atual n√ļmero 1 do Jeep Leaderboard, Julian Wilson, passou pelo sul-africano Matthew McGillivray, mas o terceiro do ranking n√£o. O potiguar Italo Ferreira perdeu o duelo brasileiro para Wiggolly Dantas e o pr√≥ximo a tentar aproveitar a segunda chance de classifica√ß√£o para a terceira fase √© o tamb√©m paulista Miguel Pupo. Ele est√° na terceira bateria com o taitiano Michel Bourez, que ficou para abrir a ter√ßa-feira, √†s 7h30 na √Āfrica do Sul, 2h30 da madrugada no Brasil.

Adriano de Souza (BRA) will surf in Round 2 of the 2018 Corona Open J-Bay after placing second in Heat 10 of Round 1 at Supertubes, Jeffreys Bay, South Africa. Adriano de Souza WSL / Kelly Cestari

Depois, tem o pernambucano Ian Gouveia com o australiano Owen Wright na quinta, o cearense Michael Rodrigues contra o havaiano Keanu Asing na s√©tima, o campe√£o mundial Adriano de Souza entra na nona com o americano Patrick Gudauskas, o paulista Jess√© Mendes na d√©cima com Mikey Wright e o catarinense Tomas Hermes disputa a √ļltima vaga para a terceira fase com outro australiano, Matt Wilkinson. Quem perder agora, termina em 25.o lugar no Corona Open J-Bay, marcando apenas 420 pontos e recebendo US$ 10.000 pela participa√ß√£o no evento.

World Surf League
Download it for free on the App store. Download it for free on Google Play.
Download
Download