NewsSurf Ranch Pro - Women's

Surf Ranch Pro começa com brasileiros entre os melhores

A inédita etapa do World Surf League Championship Tour em ondas artificiais começou na quinta-feira e quatro brasileiros ficaram entre os oito melhores do primeiro dia, grupo que vai decidir o título do Surf Ranch Pro no domingo. O idealizador do projeto em Lemoore, no interior da Califórnia, Kelly Slater, foi o segundo a competir e ninguém conseguiu bater os 14,57 pontos que somou com as notas 8,50 da melhor direita que surfou e 6,07 da esquerda. Os que chegaram mais perto foram o pernambucano Ian Gouveia com 14,33 pontos e os catarinenses Tomas Hermes com 14,20 e Yago Dora com 13,80. Além deles, o campeão mundial Adriano de Souza fechou a apresentação da primeira metade dos 36 participantes na quinta-feira, pegando a última posição no grupo dos top-8. Os outros dezoito são os mais bem colocados no Jeep Leaderboard, que estreiam nesta sexta-feira nos Estados Unidos.

11X World Champion Kelly Slater (USA) has a heat total of 14.57 points (out of a possible 20.00) after his Qualifying Run 1 and 2 at the 2018 Surf Ranch Pro in Lemoore, CA, USA. Kelly Slater WSL / Kelly Cestari

Entre eles, estão os dois únicos surfistas que vão brigar pela primeira posição na corrida do título mundial nesta oitava etapa da temporada, o líder Filipe Toledo e o também brasileiro Gabriel Medina. Eles serão os últimos a competir, já sabendo o que todos os outros fizeram na briga pelas oito vagas para o domingo decisivo do Surf Ranch Pro apresentado pela Hurley na Califórnia. Nos primeiros dias, cada competidor tem duas oportunidades de pegar uma esquerda e uma direita, para computar a maior nota recebida surfando de frontside e de backside. Na sexta-feira, todos os participantes terão mais uma chance de aumentar suas pontuações, com a ordem de entrada na piscina passando a ser a classificação das duas primeiras voltas.

Tudo é inédito no Surf Ranch Pro. Até as lycras de competição, os atletas estão vestindo com as cores das bandeiras dos seus países. Então, os dez titulares da "seleção brasileira" no CT 2018 competem de camisa amarela, não só o número 1 do Jeep Leaderboard, Filipe Toledo. Já Miguel Pupo e Wiggolly Dantas, usam a branca por estarem substituindo dois tops contundidos, o também paulista Caio Ibelli e o bicampeão mundial John John Florence.

Miguel Pupo (BRA) has a heat total of 12.57 points (out of a possible 20.00) after his Qualifying Run 1 and 2 at the 2018 Surf Ranch Pro in Lemoore, CA, USA. Miguel Pupo WSL / Kelly Cestari

Os dois foram os primeiros brasileiros a surfar na máquina de ondas idealizada por Kelly Slater em Lemoore, longe do mar no interior da Califórnia, com ótimas condições iguais para todos. A onda começa com uma parede lisa abrindo com velocidade para fazer uma série de manobras de borda, batidas, rasgadas e até aéreos, tendo ainda as sessões de tubos para completar a perfeição do Surf Ranch. A onda é tão longa, são tantas manobras, que os surfistas saem bastante cansados da água.

A maioria que estreou na quinta-feira, sentiu dificuldades por ser bem diferente do habitat natural do esporte, o mar. A maior pontuação do dia, 14,57 pontos de 20 possíveis do criador Kelly Slater, demonstra que nenhum dos dezoito conseguiu somar duas notas no critério excelente dos juízes, na combinação das manobras com tubos surfados para a esquerda e para a direita. Na quinta-feira, cada um teve duas chances de mostrar seu melhor de frontside e de backside.

Wiggolly Dantas (BRA) has a heat total of 9.30 points (out of a possible 20.00) after his Qualifying Run 1 and 2 at the 2018 Surf Ranch Pro in Lemoore, CA, USA. Wiggolly Dantas WSL / Kelly Cestari

Miguel Pupo e Wiggolly Dantas não foram bem. Pupo surfou depois de Slater e só somou 12,57 pontos, ficando em décimo na classificação do primeiro dia. Wiggolly pegou a sua primeira esquerda, após Miguel terminar a segunda direita dele e errou bastante, terminando em último com apenas 9,30. No entanto, ambos terão uma terceira chance de surfar uma direita e uma esquerda na rodada final do qualifying no sábado, para buscar uma melhor posição ou a classificação entre os oito primeiros que vão disputar o título do Surf Ranch Pro no domingo.

MELHORES BRASILEIROS - O terceiro brasileiro a competir na quinta-feira foi o pernambucano Ian Gouveia e começou bem na sua primeira esquerda. A direita foi ainda melhor, atacou forte de backside e surfou um longo tubo, ficando entocado por 12,5 segundos na onda que valeu 7,23. Depois, trocou o 6,47 pelo 7,10 da sua segunda esquerda para atingir 14,33 pontos, que ninguém mais conseguiu superar até o fim do dia.

Ian Gouveia (BRA) has a heat total of 14.33 points (out of a possible 20.00) after his Qualifying Run 1 and 2 at the 2018 Surf Ranch Pro in Lemoore, CA, USA. Ian Gouveia WSL / Kelly Cestari

"Eu só queria conseguir duas notas boas para poder chegar no sábado realmente com chances", disse Ian Gouveia. "Estou feliz por ter conseguido aquele 7,10 na minha segunda esquerda, depois de conseguir uma pontuação regular na minha primeira tentativa. Eu estive aqui o quanto pude para conhecer melhor esta onda e ainda é bem complicado. Mas, quanto mais você surfa ela, mais confortável você vai se sentindo, então já estou ansioso pela próxima vez e espero me classificar para as finais".

Foi numa esquerda que Ian confirmou o segundo maior placar do dia e onde os brasileiros conseguiram as maiores notas da quinta-feira no Surf Ranch Pro. Primeiro com Tomas Hermes, que ganhou 7,67 em sua segunda tentativa. Depois, Yago Dora atacando sua primeira onda de forma incrível, acertando tudo para ganhar a maior nota do dia nas esquerdas, 7,73.

Yago Dora (BRA) has a heat total of 13.80 points (out of a possible 20.00) after his Qualifying Run 1 and 2 at the 2018 Surf Ranch Pro in Lemoore, CA, USA. Yago Dora WSL / Sean Rowland

Yago entrou no último grupo de três surfistas, junto com o campeão mundial Adriano de Souza, que fechou a competição masculina. Mineirinho não ficou feliz com as ondas que surfou, só conseguindo notas na casa dos 6 pontos. Os 13,56 pontos que somou valeram a última posição na lista dos oito finalistas, mas ele sabe que precisa mais do que isso para permanecer neste grupo, pois os dezoito primeiros do ranking só estreiam na sexta-feira.

Miguel Pupo chegou a ficar entre os top-8 durante todo o dia, mas caiu para o décimo lugar com a entrada de Yago Dora e Adriano de Souza. Depois tem Jessé Mendes em 13.o, que tirou uma das maiores notas do dia nas direitas - 7,97 - e teve que somar um 3,70 nas esquerdas. No momento, Pupo está no grupo dos quatro surfistas que terminariam em nono lugar no Surf Ranch Pro, computando 3.700 pontos no Jeep Leaderboard, enquanto Jessé e Wiggolly Dantas aparecem entre os doze que ficarão em 13.o lugar com 1.665 pontos.

Silvana Lima (BRA) has a heat total of 12.86 points (out of a possible 20.00) after her Qualifying Run 1 at the 2018 Surf Ranch Pro in Lemoore, CA, USA. Silvana Lima WSL / Kelly Cestari

INÍCIO DO FEMININO - Nove meninas também já estrearam na quinta-feira e a brasileira Silvana Lima foi a última a se apresentar. O máximo que a cearense conseguiu em suas duas atuações foi nota 6,43, tanto na esquerda, como na direita. Os 12,86 pontos que totalizou a deixaram em quinto lugar na classificação, portanto fora do grupo das quatro melhores que vão decidir o título no domingo. Silvana ainda tem uma terceira chance no sábado e já anunciou que fará uma cirurgia no joelho direito após o Surf Ranch Pro, devendo retornar às competições somente em 2019.

A melhor da quinta-feira foi a havaiana Coco Ho, que tirou um 8,17 na última onda que surfou, para assumir o primeiro lugar com 14,94 pontos. Ela ultrapassou duas norte-americanas, Sage Erickson com 14,07 e Courtney Conlogue com 13,54, além da neozelandesa Paige Hareb com 13,00 em quarto lugar. Na sexta-feira, entram as principais candidatas ao título, como a líder do ranking, Stephanie Gilmore, a vice Lakey Peterson e a terceira colocada, Tatiana Weston-Webb, vestindo a lycra amarela do Brasil.

Coco Ho (HAW) has a heat total of 14.94 points (out of a possible 20.00) after his Qualifying Run 1 and 2 at the 2018 Surf Ranch Pro in Lemoore, CA, USA. Coco Ho WSL / Kenneth Morris
World Surf League
Download it for free on the App store. Download it for free on Google Play.
Download
Download