NewsMEO Rip Curl Pro Portugal

Italo passa por Medina e vence o Rip Curl Pro Portugal

O MEO Rip Curl Pro Portugal terminou em festa brasileira no s√°bado de praia superlotada em Supertubos no √ļltimo dia da "perna europeia" do World Surf League Championship Tour. N√£o foi pela conquista do t√≠tulo mundial antecipado por Gabriel Medina e sim pela vit√≥ria do potiguar Italo Ferreira, a oitava do Brasil nas dez etapas completadas em Portugal e a terceira dele esse ano. Antes de bater o franc√™s Joan Duru na final, ele tamb√©m usou os a√©reos para tirar a maior nota do evento - 9,30 - na semifinal brasileira com Medina. Com isso, a decis√£o do t√≠tulo de 2018 ficou para a √ļltima etapa, com Filipe Toledo e Julian Wilson vivos na briga com Medina nos tubos de Banzai Pipeline, de 8 a 20 de dezembro no Hava√≠.

Highlights: Finais
2:09
Assista aos melhores momentos do dia decisivo em Portugal.

"Isso é uma loucura e nem consigo acreditar que consegui vencer aqui com toda essa multidão na praia", disse Italo Ferreira. "No meu primeiro ano, eu fiquei em segundo na final com o Filipe (Toledo, em 2015), então eu queria muito vencer e estou muito feliz. Obrigado Portugal e a todos na praia, minha família, amigos, todos que torceram pela internet, muito obrigado. Esse ano foi meio louco pra mim. Consegui grandes vitórias, tive alguns resultados ruins, mas estou vivendo o meu sonho e esse é o melhor trabalho do mundo".

Mesmo sendo o √ļnico a vencer tr√™s etapas esse ano, Italo Ferreira n√£o tem chances de t√≠tulo mundial e nem de alcan√ßar os tr√™s primeiros colocados no Jeep Leaderboard. Mas, j√° garantiu seu nome no seleto grupo dos top-5 do ranking pela primeira vez em quatro temporadas na divis√£o principal da World Surf League. Em 2017, foi o √ļltimo a se classificar para o CT deste ano, em 22.o lugar na lista dos 22 que permanecem na elite. O australiano Owen Wright √© o √ļnico que pode lhe tirar a quarta posi√ß√£o, somente se vencer o Billabong Pipe Masters.

Italo Ferreira (BRA) Winner of the MEO Rip Curl Pro Portugal 2018 Italo Ferreira WSL / Damien Poullenot

O potiguar festejou sua primeira vitória da carreira no CT, badalando o sino do emblemático troféu de campeão do Rip Curl Pro nas direitas de Bells Beach, na Austrália. A segunda foi no Corona Bali Protected, também nas direitas de Keramas, na Indonésia. Em Portugal, quando Supertubos está tubular, as direitas são melhores, mas no sábado as ondas estavam com 3-4 pés e ele apostou nas esquerdas desde a bateria que abriu o dia, após vários adiamentos por toda a manhã e início da tarde em Supertubos.

A√ČREOS MORTAIS - Ele j√° havia treinado ali e foi onde conseguiu ondas formando boas rampas para usar os a√©reos mortais que estavam no p√©. O taitiano Michel Bourez ficou posicionado para pegar direitas, deixando Italo sozinho para escolher as melhores e conseguir notas 8,77 e 7,33 na f√°cil vit√≥ria por 16,10 a 5,20 pontos na abertura das quartas de final.

Gabriel Medina entrou na bateria seguinte e também foi para as esquerdas, com o australiano Matt Wilkinson preferindo as direitas. O resultado foi o mesmo. Medina pegou as melhores ondas para mostrar seu repertório de aéreos e somar 8,33 com 7,83, contra um total de 11,03 pontos das duas notas computadas pelo australiano.

Gabriel Medina (BRA) placed 2nd in SemiFinal 1 at the MEO Rip Curl Pro Portugal 2018 and loose his hope for the world title in Portugal Gabriel Medina WSL / Damien Poullenot

T√ćTULO MUNDIAL - As aten√ß√Ķes ent√£o ficaram para o confronto seguinte, pois Julian Wilson poderia acabar com a chance de Medina conquistar o t√≠tulo antecipado em Portugal. Era s√≥ passar essa bateria, mas o franc√™s Joan Duru largou na frente massacrando uma boa direita que valeu nota 7,0. Depois, n√£o entraram muitas ondas boas e o m√°ximo que o australiano conseguiu foi 3,67 nas dez que tentou surfar. O franc√™s ainda tirou um 4,57 dos ju√≠zes na √ļltima e Julian Wilson acabou eliminado por 11,57 a 5,10 pontos.

Com isso, seguia viva a chance de Medina conquistar seu segundo título mundial com a vitória no MEO Rip Curl Pro. O craque Neymar estava presente mais uma vez na arena do evento, prestigiando o amigo em Portugal, com eles até assistindo algumas baterias ao lado de Italo Ferreira. Depois, os dois fizeram uma verdadeira batalha aérea nas semifinais, com a enorme torcida que lotou a praia no sábado, vibrando a cada voo dos brasileiros.

2014 World Champion and current Jeep Leader Gabriel Medina (BRA) advances to the Semifinals of the 2018 MEO Rip Curl Pro Portugal after winning Quarterfinal Heat 2 in Peniche, Portugal. Gabriel Medina WSL / Damien Poullenot

O in√≠cio foi parecido, com Italo come√ßando com nota 7,17, contra 6,83 do Medina, que ficou mais ativo dentro d¬ī√°gua, pegando mais ondas at√© conseguir 7,90 para abrir grande vantagem. O potiguar precisava de uma nota excelente e achou outra onda boa h√° 3 minutos do fim da bateria, arriscou um a√©reo muito alto e aterrisou com perfei√ß√£o ap√≥s o giro completo no ar. Os ju√≠zes o premiaram com maior nota do MEO Rip Curl Pro esse ano, com o 9,30 recebido por Italo Ferreira, virando o placar para 16,47 a 14,73 pontos de Gabriel Medina.

"Foi uma boa bateria contra o Italo (Ferreira) como sempre. Ele √© um grande amigo meu e mereceu vencer com aquela onda", admitiu Gabriel Medina. "N√≥s sab√≠amos que seria um show de a√©reos e estou feliz com meu desempenho. Eu sei que fiz o meu melhor aqui e agora meu foco est√° para o Pipe Masters. Eu venho de duas vit√≥rias e dois terceiros lugares nas √ļltimas etapas, ent√£o estou feliz com meu desempenho e Pipeline √© uma onda que eu gosto muito. Agora vou focar nisso".

World Title contender Julian Wilson (AUS) is eliminated from the 2018 MEO Rip Curl Pro Portugal with an equal 5th finish after placing second in Quarterfinal Heat 3 in Peniche, Portugal. Julian Wilson WSL / Damien Poullenot

DECIS√ÉO NO HAVA√ć - Com a derrota em terceiro lugar, a decis√£o do t√≠tulo mundial ficou ent√£o para a √ļltima etapa no templo sagrado do esporte, Banzai Pipeline, no Hava√≠. A batalha segue com tr√™s concorrentes e Medina vestindo a lycra amarela do Jeep Leaderboard no Billabong Pipe Masters. Filipe Toledo e Julian Wilson agora est√£o empatados em segundo lugar e j√° necessitam chegar na grande final para superar os atuais 56.190 pontos do l√≠der. Se Medina chegar nas semifinais, ambos precisar√£o unicamente da vit√≥ria no Hava√≠.

Caso aconteça uma decisão entre Filipe e Julian, o vencedor será o campeão mundial de 2018. A final só não poderá ser com Gabriel Medina, pois a batalha do seu segundo título é passar das semifinais. Ele já disputou o troféu de campeão do Pipe Masters duas vezes. Em 2014, já chegou como primeiro campeão mundial do Brasil e Julian Wilson venceu o show de tubos nos minutos finais. No ano seguinte, confirmou o título de Adriano de Souza ao derrotar Mick Fanning nas semifinais e Mineirinho festejou a conquista com a vitória no Havaí.

World Title contender Filipe Toledo (BRA) is eliminated from the 2018 MEO Rip Curl Pro Portugal with an equal 13th finish after placing second in Heat 7 of Round 3 in Peniche, Portugal. Filipe Toledo WSL / Laurent Masurel

Agora, se seus concorrentes n√£o trope√ßarem pelo caminho, Medina ter√° que chegar na final de novo para se tornar o primeiro brasileiro bicampe√£o mundial da hist√≥ria da World Surf League. Ele n√£o consegue isso desde a decis√£o verde-amarela de 2015 com Mineirinho. Mas, Julian Wilson e Filipe Toledo tamb√©m n√£o chegaram na final em 2016 e nem em 2017, nos anos do bicampeonato mundial do havaiano John John Florence. O australiano s√≥ conseguiu decidir o t√≠tulo em Pipeline uma vez em sete participa√ß√Ķes, na vit√≥ria sobre Medina. Filipe disputou cinco Pipe Masters e seu melhor resultado foi um quinto lugar nas quartas de final do mesmo ano de 2014, contra o pr√≥prio Medina.

VAGAS NO CT 2019 - O Billabong Pipe Mastes tamb√©m ser√° decisivo para definir o grupo dos top-34 que vai disputar o t√≠tulo mundial de 2019 no World Surf League Championship Tour. Os 22 primeiros colocados no Jeep Leaderboard permanecem na elite e sete dos onze titulares da "sele√ß√£o brasileira" deste ano est√£o na lista, Gabriel Medina em primeiro lugar no ranking das dez etapas completadas em Portugal, Filipe Toledo em segundo, Italo Ferreira em quarto, Willian Cardoso em 13.o seguido por Michael Rodrigues em 14.o, Adriano de Souza em 17.o e Yago Dora na amea√ßada 22.a e √ļltima vaga para o ano que vem.

Joan Duru (FRA) advances to the final of the 2018 MEO Rip Curl Pro after winning Semifinal Heat 2 in Peniche, Portugal. Joan Duru WSL / Laurent Masurel

O franc√™s Joan Duru ganhou dez posi√ß√Ķes com o vice-campeonato no MEO Rip Curl Pro Portugal e est√° logo abaixo dele, ultrapassando os 18.400 pontos do catarinense com um nono lugar no Hava√≠. Entre os brasileiros que ainda podem entrar na zona de classifica√ß√£o para o CT 2019, o catarinense Tomas Hermes em 25.o no ranking, tamb√©m precisa chegar na quarta fase para tirar a 22.a posi√ß√£o de Yago Dora. O pernambucano Ian Gouveia e o paulista Jess√© Mendes est√£o empatados em 29.o e s√≥ conseguem isso se chegarem na final do Billabong Pipe Masters. Al√©m dos tr√™s, tamb√©m est√° fora dos top-22 o paulista Caio Ibelli, contundido desde a segunda etapa do ano.

G-10 DO QS - Caso Tomas, Ian, Jess√© e Caio, saiam da elite do CT esse ano, outros quatro est√£o se classificando entre os dez indicados pelo WSL Qualifying Series, para manter a maioria brasileira no CT com onze surfistas. O paranaense Peterson Crisanto est√° em quinto no G-10, o paulista Deivid Silva em sexto, o potiguar Jadson Andr√© em s√©timo e o catarinense Alejo Muniz em d√©cimo. Eles ter√£o chance de disputar pontos em casa no √ļltimo evento importante antes do encerramento da temporada na Tr√≠plice Coroa Havaiana, o Red Nose S√£o Sebasti√£o Pro com status QS 3000, de 31 de outubro a 4 de novembro na Praia de Maresias.

Italo Ferreira (BRA) is the winner of the Meo Rip Curl Pro Portugal 2018. Joan Duru (FRA) is the runner-up Italo Ferreira (BRA) e Joan Duru (FRA) WSL / Laurent Masurel
World Surf League
Download it for free on the App store. Download it for free on Google Play.
Download
Download