NewsGabriel Medina

Tudo o Que Você Quer Perguntar a Gabriel Medina

O ano já começou no calendário profissional de Gabriel Medina. Medina visitou a sede da WSL em Santa Monica, CA onde participou de uma série de entrevistas, ensaios fotográficos, e outros eventos em preparação para o circuito mundial 2019.

Devido ao carinho que os fãs Brasileiros têm pelo "goofy", Medina topou conversar com a gente para responder às perguntas de alguns Superfãs. As perguntas abordam temas como a relação do atleta com o mar, sua preparação dentro e fora da água, e o carinho recebido pelo povo Brasileiro. Confira!

Gabriel Medina of Brazil won Heat 6 of Round 3 at the Billabong Pipe Masters at Pipeline, Oahu, Hawaii. Medina no Pipeline. WSL / Ed Sloane

Como é ser o novo herói do esporte brasileiro e a pressão após as conquistas dos mundiais?
Eu fico muito feliz de ter ganho meu segundo título mundial pro Brasil. Eu passo o ano viajando, é muito trabalho, treino... Uma rotina puxada de atleta que é difícil, mas que vale a pena no final. É muito legal deixar muitas pessoas felizes fazendo o que eu mais amo. Então é um prazer representar o meu país, dar essa felicidade pro povo. Eu agradeço muito o carinho que eles têm por mim, e vamos de novo porque esse ano têm mais!

No espaço de tempo entre os dois títulos (4 anos), o que você fez para se preparar e conseguir a vitória novamente? O que mudou na sua preparação?
Esse último título foi um ano muito difícil, porque tive muito ups and downs, e foi um ano que eu tive que manter meu foco e ser constante. Então eu trabalhei muito fora da água. Treinei bastante para chegar nos momentos que eu precisava estando confortável. Eu acho que por isso deu tudo certo.

O trabalho maior foi fora da água. Dentro da água é o mais divertido. É a hora que a gente põe tudo pra jogo, faz o que a gente sabe fazer e graças a Deus dá tudo certo.

Medina's Perfect Day At Pipe
2:29
Follow Medina through four rounds of commanding scores as he wins his second World Title and his first Pipe Masters.

Qual é a maior dificuldade de ser um atleta de alto nível? Alguma restrição? Algum esforço?
É a responsabilidade de você ter que estar sempre acima dos outros. Tem que treinar muito, se esforçar muito pra ser o melhor. É o dia-a-dia, a rotina. Tem que ter uma vida regrada, o que é bem difícil. Eu tenho 25 anos, eu tenho as vontades de qualquer outra pessoa da minha idade. Então as vezes a gente tem que falar não pra algumas coisas. Mas é isso, depende do objetivo de cada um. Pelos últimos anos, eu acho que tudo têm valido a pena. Então, faz parte. Como meu pai fala, "o esforço é momentâneo, mas a Glória é para sempre"!

Se você não fosse surfista, o que você seria?
Se eu não fosse surfista, eu acho que seria jogador de Futebol.

Qual foi o pior caldo que você já tomou?
O pior foi em Fiji. O mar estava gigante, eu sabia que ia estar grande, mas não imaginava que estaria tão grande. Eu estava junto com o Owen (?), a gente tomou a onda junto na cabeça. Na verdade quando eu olhei a onda eu já fiquei sem ar! No final deu tudo certo, mas fiquei com muito medo.

Gabriel Medina (BRA) and Neymar Jr after Gabriel Medina (BRA) win Heat 2 or Round 4 at the Meo Rip Curl Pro Portugal 2018 Medina e Neymar WSL / Damien Poullenot

Qual é o segredo para conseguir vencer em Pipeline?
O meu segredo é comer muito chocolate... Risos

Em algum momento você sente medo do mar?
Sim. O mar é um elemento que sempre te surpreende. A força do mar assusta qualquer um. Correntezas, mares grandes, enfim, têm vários tipos de medo. Não dá pra brincar com a natureza, ela é muito mais forte que a gente. Eu acho que é isso que faz o nosso esporte ficar mais legal. Porque a gente nunca sabe o que vai acontecer. Mas a gente tem que estar preparado para qualquer situação. Eu fico muito feliz de trabalhar no mar.

Em quem você se inspira?
Minha maior inspiração é o Ayrton Senna. Pelo que eu já vi nos filmes - no filme dele, no livro dele... É uma pessoa com quem eu me identifico bastante, então ele é uma grande inspiração pra mim.

2014 World Champion and current Jeep Leader Gabriel Medina (BRA) advances to the Semifinals of the 2018 MEO Rip Curl Pro Portugal after winning Quarterfinal Heat 2 in Peniche, Portugal. Medina no MEO Rip Curl Pro. WSL / Damien Poullenot

O que você falaria pro Medina de 10 anos atrás?
Eu falaria pra ele continuar acreditando no sonho dele. Eu diria pra ele batalhar até o final. Quer dizer, não tem final né?! Eu falaria pra ele batalhar muito, se esforçar pra chegar lá e realizar os sonhos dele. Correr muito atrás.

World Surf League
Download it for free on the App store. Download it for free on Google Play.
Download
Download