Vans US Open of Surfing (QS)

Brasil é maioria nas quartas de final do QS 10000 US Open of Surfing

WSL South America

O Brasil segue firme na busca do título do campeonato mais tradicional dos Estados Unidos, com maioria entre os oito finalistas que venceram suas baterias no sábado em Huntington Beach, na Califórnia. Entre eles, apenas dois não são tops da elite atual da World Surf League, o baiano Bino Lopes e o jovem australiano Ethan Ewing. Bino entrou no grupo dos dez surfistas que o WSL Qualifying Series classifica para o CT no QS 10000 Vans US Open of Surfing e vai enfrentar o único americano que passou para as quartas de final, Kanoa Igarashi. Antes, o campeão mundial enfrenta o havaiano Sebastian Zietz e depois Filipe Toledo disputa a última vaga para as semifinais com o taitiano Michel Bourez. Também no domingo serão disputadas as quartas de final da sexta etapa do Samsung Galaxy World Surf League Championship Tour.

Filipe Toledo (BRA) taking to his signature style for a Round 2 win. Felipe Toledo - WSL / Kenneth Morris

As oitavas de final foram iniciadas com Ryan Callinan e Ethan Ewing vencendo dois duelos australianos. No entanto, eles foram os únicos da Austrália a se classificar, contra três da maioria brasileira, um dos Estados Unidos, um do Havaí e um do Taiti. As três vitórias do Brasil no sábado só foram confirmadas no final das baterias, com a nota das últimas ondas que eles surfaram. O campeão mundial Adriano de Souza perdia para o norte-americano Nathan Yeomans, mas garantiu a virada com o 7,03 da melhor onda da bateria.

Já Bino Lopes liderou todo o confronto com o havaiano Torrey Meister e a nota 8,00 da sua última onda fechou a fácil vitória por 13,60 a 9,16 pontos. Com a classificação para as quartas de final, o baiano ganhou mais uma posição no ranking e agora é o sexto colocado, podendo chegar até o terceiro lugar se conquistar os 10.000 pontos do título no Vans US Open. Seu próximo adversário foi finalista em Huntington Beach no ano passado, Kanoa Igarashi, uma das novidades americanas na elite mundial do CT este ano.

Bino Lopes (BRA) doing the job and making it into Round 5. Bino Lopes - WSL / Kenneth Morris

O paulista Filipe Toledo, que mora na Califórnia, foi o último brasileiro a competir no sábado e fez o maior placar do dia com a nota 8,17 da sua última onda surfada na bateria contra o francês Maxime Huscenot. Filipinho venceu por 14,67 a 11,84 pontos e só não foi o recordista absoluto das oitavas de final, porque o havaiano Sebastian Zietz recebeu nota 8,67 na melhor apresentação do sábado nas ondas de Huntington Beach. Foi apenas a segunda que ele pegou no confronto com o australiano Davey Cathels e ela decidiu a vitória por 12,67 a 11,66 pontos.

No sábado, além das oitavas de final do QS 10000 Vans US Open of Surfing, foram finalizadas as categorias masculina e feminina da seletiva norte-americana para o Mundial Junior da World Surf League. As quartas de final do QS vão abrir o domingo decisivo e na sequência as meninas voltam a competir depois de dois dias de folga, para disputar as quartas de final da sexta etapa do Samsung Galaxy WSL Women´s Championship Tour ao vivo.