NewsPantin Classic Galicia Pro

Quatro sul-americanos nas oitavas de final do QS 6000 da Espanha

A cearense Silvana Lima terminou em quinto lugar no QS 6000 Pantin Classic Galicia Pro e permanece no grupo das seis surfistas que sobem para a elite da World Surf League. A californiana Sage Erickson barrou a brasileira nas quartas de final e vai disputar o título com a francesa Pauline Ado na Espanha. Também nas ondas de 4-6 pés do sábado na Playa de Pantin, foram realizadas duas fases para definir as oitavas de final masculinas e quatro sul-americanos passaram para o domingo decisivo em La Coruña, os brasileiros Tomas Hermes, Michael Rodrigues, Ian Gouveia e o argentino Santiago Muniz.

Tomas Hermes (BRA) .Pantin16 Tomas Hermes WSL / Laurent Masurel

O sábado não começou bem para os doze surfistas da América do Sul que competiram na terceira fase do QS 6000 da Espanha. Os brasileiros Marco Fernandez e Halley Batista saíram no primeiro confronto do dia e Krystian Kymerson ficou em último no segundo. No quarto, caiu o uruguaio Marco Giorgi. Na disputa seguinte, enfim, uma classificação e em dose dupla com os catarinenses Tomas Hermes e Willian Cardoso despachando o português Frederico Morais e o australiano Luke Hynd.

Outra dobradinha brasileira poderia ter acontecido duas baterias depois e o cearense Michael Rodrigues fez a parte dele, surfando boas ondas para passar em primeiro lugar. Já o paulista Jessé Mendes, perdeu a briga pela segunda vaga para Charles Martin, da Ilha Guadalupe. Depois vieram mais duas vitórias seguidas, do paulista Deivid Silva e do argentino Santiago Muniz na nona e na décima bateria, respectivamente. Luel Felipe perdeu na 11.a, mas o também pernambucano Ian Gouveia conseguiu a última vaga para a rodada dos 24 melhores do Pantin Classic Galicia Pro, na bateria vencida pelo francês Jeremy Flores que fechou a terceira fase.

Santiago Muniz (ARG) .Pantin16 Santiago Muniz WSL / Laurent Masurel

A batalha pelas vagas nas oitavas de final começou em seguida e Tomas Hermes iniciou a participação sul-americana na quarta fase com vitória sobre o americano Brett Simpson e o neozelandês Billy Stairmand na terceira bateria. Na quarta, o também catarinense Willian Cardoso foi barrado pelos australianos Dean Bowen e Connor O´Leary. E na quinta, Michael Rodrigues passou atrás do líder do WSL Qualifying Series, o italiano Leonardo Fioravanti.

O paulista Deivid Silva entrou na seguinte defendendo a quinta posição no ranking, mas não conseguiu pegar as melhores ondas que entraram na bateria e foi batido pelo francês Nomme Mignot e por Charles Martin, de Guadalupe. Mas, a participação sul-americana no sábado terminou bem, com uma dobradinha do brasileiro Ian Gouveia e o argentino Santiago Muniz sobre o costa-ricense Carlos Munoz.

Michael Rodrigues (BRA).Pantin16 Michael Rodrigues WSL / Laurent Masurel

OITAVAS DE FINAL - As oitavas de final estão previstas para começar as 9h00 do domingo na Espanha, 4h00 da madrugada pelo fuso horário de Brasília. O catarinense Tomas Hermes vai disputar a terceira bateria do dia com o australiano Connor O´Leary e pode entrar no G-10 do WSL Qualifying Series se chegar nas semifinais do Pantin Classic Galicia Pro. O cearense Michael Rodrigues e o argentino Santiago Muniz também têm chances de superar o australiano Dion Atkinson, que no momento está fechando a zona de classificação para a elite dos top-34 da World Surf League, mas só se chegarem na grande final do QS 10000 da Espanha.

O adversário de Michael Rodrigues será Charles Martin, de Guadalupe, na sexta oitava de final. Na sétima, o pernambucano Ian Gouveia, sem chances matemáticas de entrar no G-10 nessa etapa, enfrenta o número 6 no ranking do QS, Evan Geiselman, dos Estados Unidos. E o argentino Santiago Muniz vai disputar a última vaga para as quartas de final contra um top da elite, o francês Jeremy Flores, que não está bem no ranking do CT e passa a buscar sua permanência entre os dez indicados pelo QS.

Silvana Lima (BRA) .Pantin16 Silvana Lima WSL / Laurent Masurel

FINAL FEMININA - A categoria feminina do QS 6000 Pantin Classic Galicia Pro era para ser encerrada no sábado, porém uma forte neblina baixou na Playa de Pantin durante a tarde e motivou o adiamento da decisão do título para o domingo. A brasileira Silvana Lima não conseguiu achar boas ondas para reeditar suas grandes apresentações no evento que ela foi campeã em 2014. Ela perdeu nas quartas de final para a americana Sage Erickson, que foi mais feliz na escolha para vencer por 15,10 a 6,83 pontos.

Sage Erickson (USA) .Pantin16 Sage Erickson WSL / Laurent Masurel

Mesmo assim, o quinto lugar garantiu a vaga de Silvana Lima no grupo das seis indicadas pelo WSL Qualifying Series para completar a elite das top-17 da World Surf League no ano que vem. A única que pode tirar a quinta posição no ranking da cearense é a própria Sage Erickson, mas só com a vitória no Pantin Classic. Já para a francesa Pauline Ado, adversária da americana na decisão, o título vale vaga no G-6, pois ela precisa dos 6.000 pontos para superar a havaiana Coco Ho, que está fechando a lista no momento.

×
×
World Surf League
Official App
Free – Google Play
Get it