Praia do Forte Pro

Oi apresenta QS 1500 Praia do Forte Pro dá a largada na Bahia

WSL South America

A ousadia do menino João Chianca, de apenas 15 anos, levou a galera ao delírio no primeiro dia do Oi apresenta QS 1500 Praia do Forte Pro, etapa masculina e feminina do WSL Qualifying Series que está sendo realizada na praia do Papagente, no município de Mata do São João, litoral norte da Bahia. Foi na segunda das quatro baterias que aconteceram na tarde desta terça-feira (26) que ele conseguiu a maior nota do dia: 8,50.

Após a classificação, bastante eufórico, Chianca comemorou o feito lembrando das semelhanças entre as ondas da Praia do Forte e a de Saquarema, onde treina. "Gostei muito da direita daqui. É muito boa, parecida com a de Itaúna, onde estou frequentemente pegando onda. Com a água quentinha, não tive dificuldade de me adaptar e consegui encaixar o meu melhor surfe. Estou muito feliz e espero que as próximas baterias sejam tão boas ou melhores que essa. Vou me concentrar bastante para continuar impressionando a todos", garantiu.

João Chianca (BRA) - Oi Praia do Forte Pro João Chianca (BRA) - WSL / Luca Castro / Taurus Comunicação

A idade e o próprio atleta não negam que experiência é algo que ainda não faz parte das características principais dele. "Essa é apenas a minha terceira etapa do QS. Tenho muito o que evoluir e aprender com essas feras que estão ao meu lado", pontuou Chianca, que para avançar à segunda fase, fechou a bateria com média de 14 pontos, desbancando Wallace Sampaio, Wesley Leite e Frank da Silva.

Outro destaque do dia foi o potiguar Alan Jhones, que também teve uma pontuação expressiva. Na primeira bateria, ele recebeu uma nota 8 e conseguiu fechar com média 15.25, liderando a primeira bateria disputada entre os homens, que ainda teve Gabriel Farias e Kim Marcondes.

Feminino nas quartas de final

As mulheres foram as primeiras a caírem nas águas da praia do Papagente. E logo na primeira bateria, uma das principais candidatas ao título do Oi apresenta QS 1500 Praia do Forte Pro, Silvana Lima abusou dos aéreos e mostrou que o dia seria de boas ondas para as brasileiras.

Silvana Lima (BRA) - Oi Praia do Forte Pro Silvana Lima (BRA) - WSL / Luca Castro / Taurus Comunicação

Número 47 do QS ranking, cearense destacou que a regularidade fez a diferença para que ela avançasse bem na competição. "Surfei direitinho, peguei boas ondas e estou muito feliz por isso. Agora é manter o foco para seguir bem. Vou acompanhar o masculino para continuar aprendendo com eles e vou torcer para os meus amigos, especialmente Rudá Carvalho, baiano que está me ajudando muito aqui em Praia do Forte", confessou a surfista, que nas quartas de final vai enfrentar Larissa Santos.

Os outros três confrontos das quartas serão:

Taís Almeida (BRA) x Jacqueline Silva (BRA) Monik Santos (BRA) x Yanca Costa (BRA) Nathalie Martins (BRA) x Gilvanilta Ferreira (BRA)

As primeiras baterias desta quarta-feira (27) estão programadas as 8h.

A Oi apresenta o Praia do Forte Pro junto com o Governo do Estado da Bahia, por meio da SETRE (Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte - Programa Faz Atleta), que ainda conta com o patrocínio da Billabong, Tivoli Eco Resort Praia do Forte, Skol Ultra e Prefeitura de Mata de São João, além do apoio da Federação Baiana de Surf, da Associação de Surf da Praia do Forte, ZooM Comunicação, Gocil e Turisforte.