NewsMaui & Sons Pichilemu Women's Pro

Maui and Sons Pichilemu Woman´s Pro adia início para sexta-feira!

Ventos fortes afetando a qualidade das ondas na quinta-feira em Punta de Lobos, adiaram o início do QS 1500 Maui and Sons Pichilemu Woman´s Pro no Chile. A primeira chamada da sexta-feira foi marcada para as 8 horas em Pichilemu, 9 horas pelo fuso de Brasília no horário de verão brasileiro. Mais meninas quiseram participar do mundial feminino do Chile e foi criada uma nova fase de quatro baterias com três competidoras para abrir a penúltima etapa do WSL Qualifying Series, que também vai decidir o título sul-americano da WSL South America nas ondas desafiadoras de Punta de Lobos.

Gilvanilta Ferreira Gilvanilta Ferreira WSL / Rodrigo Farias Moreno

A novidade entre as inscritas na última hora é a equatoriana Dominic Barona. Ela já esteve na lista das seis surfistas que se classificam para a elite das top-17 da World Surf League esse ano, principalmente após o brilhante vice-campeonato no QS 6000 do México em junho. Era a 15.a das trinta etapas do QS disputadas pelas meninas esse ano e agora ocupa o 13.o lugar no ranking que está garantindo até a nona colocada no G-6, a havaiana Coco Ho.

Como não fez sua inscrição dentro do prazo, Dominic Barona vai ter que entrar na primeira bateria do Maui and Sons Pichilemu Woman´s Pro, junto com as chilenas Natalia Diaz e Paloma Santos. Se a equatoriana confirmar o favoritismo e estrear com vitória, já vai enfrentar a terceira sul-americana mais bem colocada no ranking do QS, a peruana Anali Gomez, em 26.o lugar. A chilena Pomare Dreisziger e a brasileira Julia Camargo completam o confronto que abre a segunda fase, quando entram mais 24 competidoras divididas em oito baterias.

La Crianza presenta el Maui And Sons Pichilemu Woman´s Pro by Corona - Foto: Rodrigo Farias Moreno Maui And Sons Pichilemu Woman´s Pro WSL

No ano passado, a equatoriana e a peruana se encontraram nas oitavas de final do QS 1500 do Chile e Anali Gomez eliminou Dominic Barona. Anali só parou nas semifinais, quando foi barrada pela campeã do Maui and Sons Pichilemu Woman´s Pro, a havaiana Alessa Quizon. A decisão foi contra outra peruana, a experiente campeã mundial de 2004, Sofia Mulanovich, que conquistou seu segundo título sul-americano com o resultado. Sofia não competiu na outra etapa da WSL South America que teve esse ano, o Praia do Forte Pro na Bahia, então as brasileiras Nathalie Martins e Yanca Costa são as principais concorrentes para tirar o primeiro lugar no ranking de Silvana Lima, que não foi defender a liderança no Chile.

×
World Surf League
Official App
Free – Google Play
Get it