NewsCopa Triathlon Reef Pro

Peruanos brilham em casa na Copa Triathlon Sport Reef Pro

Um longo dia com 32 baterias disputadas, abriu a Copa Triathlon Sport Reef Pro nas boas ondas do sábado em San Bartolo, no Peru. Os peruanos fizeram as honras da casa, com Alonso Correa e Lucca Mesinas surfando as melhores ondas do dia entre os homens e Daniela Rosas fazendo o maior placar entre as meninas. Entre os surfistas de outros países, a equatoriana Dominic Barona ganhou a maior nota feminina e o brasileiro Guilherme Villas Boas conseguiu a terceira maior pontuação masculina. Os campeões das etapas do QS 1000 que abrem a disputa pelos títulos sul-americanos de 2018 da WSL South America, serão conhecidos neste domingo no famoso balneário peruano de San Bartolo.

Lucca Mesinas - Copa Triathlon Sport / Reef Pro 2018 Lucca Mesinas WSL / Kirfa Lens

Os peruanos são maioria entre os dezesseis surfistas que passaram pelas duas fases disputadas no sábado. Eles conquistaram metade das vagas para a rodada classificatória para as quartas de final, que vai abrir o domingo decisivo da Copa Triathlon Sport Reef Pro. São tantos que uma bateria ficou 100% peruana, com o campeão das duas últimas etapas do WSL Qualifying Series disputadas em San Bartolo, Miguel Tudela, Gabriel Villaran, Cristobal de Col e o jovem Jhonny Guerrero, que venceu a primeira bateria do dia no Peru.

Mais quatro peruanos estão divididos nas outras baterias desta terceira fase. Juninho Urcia vai competir na primeira, com o argentino Tomas Lopez Moreno e dois dos seis brasileiros classificados para o último dia, Guilherme Villas Boas e Wesley Santos. A segunda é a 100% peruana e Joaquin del Castillo está na terceira, com o chileno Guillermo Satt e mais dois brasileiros, Caetano Vargas e Renan Peres. E a batalha pelas duas últimas vagas para as quartas de final será um confronto direto entre Peru e Brasil, com os recordistas do sábado, Alonso Correa e Lucca Mesinas, enfrentando o bicampeão brasileiro Leonardo Neves e Diego Aguiar.

Sebastian Correa - Copa Triathlon Sport / Reef Pro 2018 Sebastian Correa WSL / Kirfa Lens

DEFENSOR DO TÍTULO - Miguel Tudela ganhou as duas últimas etapas do QS em San Bartolo, em 2012 e 2017, mas no sábado só conseguiu se classificar para o domingo passando em segundo lugar nas duas baterias que disputou. Ele estreou na primeira do dia, vencida pelo jovem Jhonny Guerrero. Na segunda fase, passou atrás de outro peruano, Juninho Urcia. Agora, Miguel Tudela irá participar do confronto peruano valendo duas vagas para as quartas de final no domingo, contra Jhonny Guerrero de novo, Gabriel Villaran e Cristobal de Col.

"Estou contente por ter avançado e foi um pouco difícil, porque entraram poucas ondas, mas o importante era passar as baterias", disse Miguel Tudela. "Meu objetivo aqui é tentar vencer de novo, pois daqui vou competir no QS de Martinica, depois Marrocos e Indonésia, então desejo somar bons pontos no ranking aqui. Espero que todos venham a praia amanhã torcer para os peruanos que estão surfando em alto nível, então esperamos que algum de nós ganhe aqui de novo em San Bartolo".

Guillermo Satt - Copa Triathlon Sport / Reef Pro 2018 Guillermo Satt WSL / Kirfa Lens

MELHORES DO DIA - Miguel Tudela ainda não conseguiu mostrar todo o seu potencial, mas outros peruanos brilharam no sábado em San Bartolo. O primeiro destaque foi Sebastian Correa, que na décima bateria bateu todas as marcas do dia com a nota 8,75 da sua melhor onda e os 14,30 pontos que totalizou. Cinco baterias depois, seu irmão, Alonso Correa, surfou melhor ainda para se tornar o recordista absoluto da Copa Triathlon Sport Reef Pro. Ele arriscou tudo em sua última onda e completou as manobras para arrancar nota 9,35 dos juízes. Com ela, Alonso Correa atingiu imbatíveis 15,85 pontos de 20 possíveis.

Na segunda fase, dois surfistas chegaram perto destas marcas. Logo na primeira bateria, o brasileiro Guilherme Villas Boas fez bonito também numa boa onda para somar notas 8,00 e 7,20 na vitória por 15,20 pontos. O peruano Jhonny Guerrero também surfou bem para passar em segundo com 14,50, das notas 8,50 e 6,00 das suas duas melhores ondas. E na sétima e penúltima bateria do dia, o peruano Lucca Mesinas quase bate os recordes de Alonso Correa, ao atingir 15,55 pontos com notas 9,00 e 6,55.

Alonso Correa - Copa Triathlon Sport / Reef Pro 2018 Alonso Correa WSL / Kirfa Lens
World Surf League
Download it for free on the App store. Download it for free on Google Play.
Download
Download