NewsOi Hang Loose Pro ContestWiggolly Dantas

Fernando de Noronha já vive o clima do Oi Hang Loose Pro Contest

A Ilha de Fernando de Noronha já está vivendo o clima do Elétron Energy apresenta Oi Hang Loose Pro Contest, que começa na próxima terça-feira na Cacimba do Padre. O evento terá uma nova estrutura na praia para melhor receber os mais de 100 surfistas, de 18 países, que já estão confirmados na 15.a edição no arquipélago pernambucano, do campeonato de surfe mais tradicional da América Latina. Estrelas da elite do CT, como Filipe Toledo e os finalistas do ano passado em Fernando de Noronha, o campeão Jadson André e Yago Dora, vão competir na quarta etapa de 100.000 dólares e 5.000 pontos do WSL Qualifying Series esse ano.

Oi Hang Loose Pro Contest Oi Hang Loose Pro Contest WSL / WSL Latin America

O limite de participantes ainda não foi preenchido e as inscrições seguem abertas pelo sistema online do www.wsllatinamerica.com. A novidade de última hora é Filipe Toledo. Ele mora na Califórnia e não havia feito sua inscrição dentro do prazo. Mas, veio ao Brasil para inaugurar sua primeira loja em sua cidade natal, Ubatuba, e decidiu aceitar o convite (wildcard) da Oi, que é um dos seus patrocinadores e do Hang Loose Pro Contest também, para iniciar a temporada 2020 pelo QS 5000 de Fernando de Noronha.

"Começar a o ano competindo em Noronha vai ser bem legal", disse Filipe Toledo. "É um lugar especial para mim. Foi onde comecei a minha carreira no circuito mundial de surf e acho que vai ser um ótimo treino, se as ondas aparecerem. Pode ser uma ótima preparação para ondas tubulares e começar o ano bem no rip de competição".

Filipe só competiu em Fernando de Noronha duas vezes, em 2009 e 2012. Em 2009, era amador ainda, só tinha 14 anos de idade e disputava sua primeira etapa no Circuito Mundial. Em 2012, iniciava sua carreira de surfista profissional e já se classificou para a elite do CT, logo em seu primeiro ano no WSL Qualifying Series. Filipe então reforça o pelotão brasileiro na busca por mais uma vitória verde-amarela nos tubos da Cacimba do Padre.

OAHU, UNITED STATES - DECEMBER 11: Filipe Toledo of Brazil is eliminated from the 2019 Billabong Pipe Masters with an equal 17th finish after placing second in Heat 5 of Round 3 at Pipeline on December 11, 2019 in Oahu, United States. (Photo by Ed Sloane/ Filipe Toledo WSL / Ed Sloane

Assim como Filipe Toledo, o defensor do título do Oi Hang Loose Pro Contest, Jadson André, e outro top do CT 2020 que vai competir em Noronha, Miguel Pupo, campeão na Cacimba do Padre em 2012, vão começar a temporada no Brasil. Já Yago Dora iniciou a dele no Havaí, fazendo uma final histórica com três brasileiros no Volcom Pipe Pro. Ele ficou em terceiro lugar, com o saquaremense João Chianca em segundo e o campeão em Pipeline foi o paulista Wiggolly Dantas. Eles também estão vindo direto do Havaí para Fernando de Noronha.

"Estou muito feliz em chegar em Noronha com esse ótimo resultado", disse Wiggolly Dantas. "É um lugar especial, onde já fiquei em terceiro lugar, já fiz quinto e é uma onda de tubo no Brasil, que eu gosto muito. Meu objetivo esse ano é fazer ótimos resultados e me requalificar para o CT, ser campeão do QS, então estou bem focado, treinando bastante e vou bem determinado para Noronha, para quebrar tudo".

PIPELINE, UNITED STATES- FEBRUARY 01: Wiggolly Dantas of Brazil is the winner of the 2020 Volcom Pipe Pro at Pipeline, Haleiwa on February 01, 2020 in Hawaii, USA. (Photo by Keoki Saguibo/WSL via Getty Images) Wiggolly Dantas WSL / Keoki Saguibo

LIDERANÇA DO QS - Wiggolly e João Chianca, campeão sul-americano da WSL Latin America no ano passado, são fortes concorrentes a liderança do ranking no Oi Hang Loose Pro Contest, assim como os peruanos Alonso Correa e Lucca Mesinas. Eles são os quatro sul-americanos que chegam no Brasil, dentro do grupo dos dez primeiros do WSL Qualifying Series, que se classificam para a elite do World Surf League Championship Tour.

O líder do ranking é o japonês Shun Murakami, que não vem ao Brasil e deixou o caminho livre para o vice-líder, Wiggolly Dantas. Lucca Mesinas é o único que já disputou duas etapas do QS 5000, na China e em Marrocos, e ocupa a quinta posição. Em sexto está Alonso Correa vice-campeão em Marrocos, junto com o vice-campeão em Pipeline, João Chianca. E o Yago Dora está na porta da entrada do G-10, em 11.o lugar no ranking das seis etapas já disputadas.

PIPELINE, UNITED STATES- JANUARY 31: Yago Dora of Brazil advances to Round 4 of the 2020 Volcom Pipe Pro after placing first in Heat 1 of round 3 at Pipeline, Haleiwa on January 31, 2020 in Hawaii, USA. .(Photo by Keoki Saguibo/WSL via Getty Images) Yago Dora WSL / Keoki Saguibo

18 PAÍSES - Os brasileiros são maioria entre os inscritos no Elétron Energy apresenta Oi Hang Loose Pro Contest, com surfistas de vários estados do país. Além dos destaques já citados, tem o catarinense Willian Cardoso e o paulista Jessé Mendes, que saíram do CT no ano passado e outros ex tops da divisão de elite, como o atual vice-líder do ranking, Wiggolly Dantas, os pernambucanos Ian Gouveia, Bernardo Pigmeu e Paulo Moura, o catarinense Alejo Muniz campeão em Noronha em 2011, o cearense Heitor Alves.

Entre os outros países, o maior pelotão vem da França com treze competidores e o destaque é Joan Duru, que fez parte do CT até o ano passado. O segundo maior contingente estrangeiro vem dos Estados Unidos com cinco surfistas, incluindo Jake Marshall que ficou bem perto de se classificar para a elite de 2020. Na sequência, vem o Peru e o Chile com quatro representantes cada em Fernando de Noronha, sendo que o Peru começou muito bem a temporada e tem Lucca Mesinas em quinto lugar no ranking e Alonso Correa em sexto.

Lucca Mesinas - Oi Hang Loose Pro Contest Lucca Mesinas WSL / Daniel Smorigo

A lista dos países prossegue com a Espanha comparecendo com três surfistas no Oi Hang Loose Pro Contest, como o campeão na Cacimba do Padre em 2017, Aritz Aranburu. Depois, tem Portugal, Havaí e Costa Rica com dois participantes cada e nove países terão um concorrente ao título esse ano, a Argentina com Santiago Muniz, Uruguai com Marco Giorgi e Inglaterra, Suécia, África do Sul, Marrocos, México, Barbados e El Salvador.

O Elétron Energy apresenta Oi Hang Loose Pro Contest é uma realização da World Surf League (WSL) com patrocínios da Oi e Elétron Energy, através da Lei de Incentivo ao Esporte, do Governo de Pernambuco, tendo como proponente o Instituto Incentiva, e da Hang Loose.

World Surf League
Download it for free on the App store. Download it for free on Google Play.
Download
Download