WSL / Fabriciano Junior
NewsOi Pro Junior Series - BA

Oi Pro Junior Series define os campeões da etapa da Bahia na manhã do domingo em Salvador

Em um sábado nublado, com chuvas rápidas e boas ondas na Praia de Stella Maris, foram definidos os oito surfistas que vão disputar o título masculino e as semifinais femininas da segunda etapa do Oi Pro Junior Series na Bahia. O saquaremense Daniel Templar já tirou a liderança do ranking sul-americano Pro Junior da WSL South America do paulista Daniel Adisaka, eliminado na primeira fase. Mas, o potiguar Mateus Sena e o catarinense Lucas Vicente ainda têm chances de brigar pela ponta no domingo decisivo, que começa as 9h00 em Salvador. Entre as meninas, a catarinense Tainá Hinckel e a peruana Sol Aguirre, que venceram os títulos sul-americanos nos três últimos anos, ganharam as duas baterias femininas.

Oi Pro Junior Series - BA Oi Pro Junior Series - BA WSL / Fabriciano Junior

Na categoria feminina, já foram definidas as semifinais e a bicampeã sul-americana de 2017 e 2018, Sol Aguirre, vai enfrentar Julia Duarte na primeira bateria. Já a segunda vaga para a grande final será disputada pela campeã de 2016 e líder do ranking 2019, com duas vitórias nas três etapas realizadas antes do Oi Pro Junior Series da Bahia, Tainá Hinckel, e pela também brasileira Maju Freitas. Sol Aguirre é a única surfista de outro país que conseguiu passar para o domingo nas duas categorias, pois nenhum se classificou entre os homens.

"Estou superfeliz por ter dado mais um passo, mas ainda estou tentando encontrar o ritmo com as ondas daqui e o mar está bem difícil hoje (sábado)", disse Sol Aguirre, que já recuperou a vice-liderança no ranking que a também peruana Daniella Rosas havia lhe tirado na etapa anterior do Circuito Sul-americano no Ceará. "Meu objetivo é me classificar para o Mundial Pro Junior, então vou dar o melhor de mim em todos os campeonatos, pois tem muita coisa para acontecer ainda nas outras etapas que vem por aí".

Sol Aguirre - Oi Pro Junior Series Sol Aguirre WSL / Fabriciano Junior

Apenas as duas primeiras colocadas no ranking final de 2019 da WSL South America, se classificam para o Mundial Pro Junior da World Surf League, que será disputado em novembro na Ilha Taiwan. Sol Aguirre e Tainá Hinckel vem representando a América do Sul nos últimos anos e ambas estão se garantindo novamente, apesar de que ainda restam três etapas para fechar a temporada da categoria para surfistas com até 18 anos de idade. Duas delas do Oi Pro Junior Series, em Florianópolis (SC) e em São Sebastião (SP).

"Eu não consegui fazer o meu máximo na bateria e tenho muito mais para apresentar nesse evento ainda", disse Tainá Hinckel. "Eu estou procurando pensar no que estou vivendo agora, então estou feliz por ter passado para as semifinais. Eu quero continuar me divertindo, fazendo o meu melhor nas baterias e quero ganhar o campeonato, se Deus quiser. Sigo concentrada em cada bateria, campeonato por campeonato, sem pensar lá na frente. Espero avançar mais uma pra chegar na final de novo e vencer o campeonato. Essa é a meta".

Taina Hinckel - Oi Pro Junior Series Taina Hinckel WSL / Fabriciano Junior

A primeira vitória de Tainá Hinckel foi na abertura do Oi Pro Junior Series no Rio de Janeiro, com a decisão do título sendo um verdadeiro tira-teima entre as últimas campeãs sul-americanas. Na segunda etapa do Circuito Pro Junior da WSL South America no Chile, a catarinense parou nas semifinais, mas voltou a comemorar vitória na outra prova realizada no Nordeste do país, na Praia da Taíba, no Ceará, batendo outra peruana na final, Daniella Rosas.

TÍTULO MASCULINO - Enquanto a disputa pelo título feminino vai se concentrando cada vez mais entre Tainá Hickel e Sol Aguirre, a briga pelo troféu de campeão no masculino está aberta, principalmente após a derrota do paulista Daniel Adisaka logo na segunda bateria do sábado em Stella Maris, ainda pela primeira fase do Oi Pro Junior Series. Ele liderava o ranking e quatro surfistas passaram a ter chances matemáticas de ultrapassá-lo na Bahia.

Daniel Templar - Oi Pro Junior Series Daniel Templar WSL / Fabriciano Junior

O saquaremense Daniel Templar já conseguiu isso, quando venceu a primeira batalha por vagas para o domingo decisivo, abrindo a terceira e última rodada da categoria masculina no sábado. Outro concorrente pela liderança também disputou essa bateria, o quinto do ranking, Leo Casal, campeão da etapa do Chile. Ele estava se classificando até o último minuto, quando o também catarinense Heitor Mueller surfou uma boa onda para lhe tirar o segundo lugar. Mais um forte candidato ao título foi eliminado junto com Leo Casal, o cearense Cauã Costa.

"Eu estou surfando supertranquilo, procurando dar o meu melhor dentro d´água, fazendo minhas estratégias e seja o que Deus quiser, mas vou vir com tudo pra cá amanhã", prometeu Daniel Templar, que quer sair da Bahia na frente do ranking e fazer sua primeira final, pois nas outras etapas sempre parou nas semifinais. "Eu vou tentar de tudo pra fazer a final aqui e vencer o campeonato pra seguir liderando o ranking. O campeonato inteiro está sendo disputado em alto nível, toda bateria parece uma final e você tem que dar o máximo sempre".

Heitor Mueller - Oi Pro Junior Series Heitor Mueller WSL / Fabriciano Junior

BAHIA NO DOMINGO - Na segunda bateria valendo vagas para o domingo, deu Bahia com o surfista de Ilhéus, Davi Mendes, saindo do mar em primeiro lugar para ser o único do estado a passar para o último dia do Oi Pro Junior Series em Salvador. E esse confronto quase termina com uma dobradinha baiana, mas o paulista Eduardo Motta impediu a classificação dupla ao superar Diogo Santos, de Olivença, na briga pela segunda vaga da bateria. Davi Mendes vai disputar as duas primeiras vagas para as semifinais com o novo líder do ranking sul-americano, Daniel Templar, com Heitor Mueller e com o próprio Eduardo Motta.

"Estou muito feliz por já garantir um bom resultado num campeonato mundial como esse e só tenho que agradecer ao meu pai (Davi do Skate), por estar me dando essa oportunidade de poder competir com esses atletas de alto nível", disse Davi Mendes. "Essa é a primeira vez que eu participo de um evento da World Surf League e estou muito feliz pelo meu desempenho. Espero que continue assim amanhã, para quem sabe fazer a final aqui".

Davi Mendes - Oi Pro Junior Series Davi Mendes WSL / Fabriciano Junior

LIDERANÇA DO RANKING - Nas duas últimas baterias do sábado, mais dois concorrentes pela liderança do Sul-americano Pro Junior da WSL South America se classificaram. O número 3 do ranking, Mateus Sena, que venceu a outra etapa do circuito na Região Nordeste do Brasil, na Praia da Taíba, Ceará, ganhou seu segundo confronto do dia, depois de passar em segundo lugar na sua estreia. O paulista Ryan Kainalo avançou junto com o potiguar para o domingo, com ambos eliminando Pedro Bianchini e Diego Aguiar, que tentavam entrar no grupo dos quatro surfistas que se classificam para o Mundial Pro Junior da World Surf League na categoria masculina.

"Confesso que estava um pouco nervoso no dia de hoje, porque a gente vê os líderes caindo e fica aquela pressão de você perder também, mas deu tudo certo e estou feliz por ter passado para o último dia", disse o potiguar de Natal, Mateus Sena. "Acho que amanhã vou poder soltar mais o meu surfe e estou preparado, pois venho de uma vitória no Ceará e quero conseguir isso aqui também. Em qualquer lugar do Nordeste, eu me sinto em casa, então quero deixar o título em casa aqui na Bahia também, como fiz lá no Ceará".

Lucas Vicente - Oi Pro Junior Series Lucas Vicente WSL / Fabriciano Junior

Depois dessa bateria, o catarinense Lucas Vicente, quarto colocado no ranking, fez uma das melhores apresentações do dia nas ondas de Stella Maris, somando notas 7,00 e 6,00 para derrotar Fernando Junior, que ficou com a última vaga para o domingo, Luan Hanada e Luiz Fernando Neiva. Lucas Vicente permanece em quarto lugar no ranking, assim como o potiguar Mateus Sena em terceiro. A única mudança entre os top-5 até agora foi na liderança, com o saquaremense Daniel Templar tirando a primeira posição do paulista Daniel Adisaka.

IGUALDADE NA PREMIAÇÃO - Depois desta segunda etapa na Bahia, o Oi Pro Junior Series terá mais duas que serão decisivas na disputa pelos títulos sul-americanos e pelas vagas para o Mundial da World Surf League. A terceira será nos dias 7 e 8 setembro na Praia Mole de Florianópolis, em Santa Catarina. E a última acontece junto com a segunda do Oi Longboard Pro, que vai definir os campeões sul-americanos da WSL South America nos pranchões, nas ondas de Maresias, de 08 a 10 de novembro em São Sebastião, litoral norte de São Paulo.

Oi Pro Junior Series - BA Oi Pro Junior Series - BA WSL / Fabriciano Junior

Todas as etapas do Oi Pro Junior Series e do Oi Longboard Pro, estão sendo realizadas com o princípio da igualdade na premiação das mulheres com as dos homens. Os catarinenses Mateus Herdy e Tainá Hinckel, que venceram a primeira etapa Pro Junior no Rio de Janeiro, bem como a carioca Chloé Calmon e o peruano Piccolo Clemente, campeões no Longboard, receberam a mesma premiação de 1.200 dólares pelas vitórias na Barra da Tijuca. E será assim também em Salvador (BA), Florianópolis (SC) e São Sebastião (SP).

O Oi Pro Junior Series é uma realização da World Surf League South America com patrocínio da Oi como naming rights e da Subway, com todas as quatro etapas contando com o portal Waves como parceiro de mídia e sendo transmitidas ao vivo pelo www.worldsurfleague.com e pelo www.waves.com.br. Esta segunda etapa na Bahia também conta com o apoio da Prefeitura Municipal de Salvador, através da Secretaria de Trabalho, Esporte e Lazer, da SALTUR (Empresa Salvador Turismo), da ASESM, da Sol Express e da Federação Baiana de Surf.

Eduardo Motta - Oi Pro Junior Series Eduardo Motta WSL / Fabriciano Junior

A OI E O ESPORTE - A Oi acredita no potencial de transformação do esporte e patrocina grandes eventos esportivos como o Oi Rio Pro, Oi Pro Júnior - voltado para a categoria de base do surfe - e Oi STU Open. Além de apoiar atletas de diferentes modalidades, como os surfistas Gabriel Medina, Italo Ferreira, Filipe Toledo, Silvana Lima, Adriano de Souza, Tatiana Weston-Webb, Davizinho e Tainá Hinckel, e os skatistas Pedro Barros e Leticia Bufoni, a companhia acelera, em parceria com o Instituto Ekloos e apoio do Oi Futuro, cinco projetos de surfe na Região dos Lagos do Rio de Janeiro, que são voltados para a população local. A Oi também patrocina a equipe de judô Oi Sogipa, no Rio Grande do Sul.

World Surf League
Download it for free on the App store. Download it for free on Google Play.
Download
Download