Grandes estrelas do surfe brasileiro e até campeões mundiais já confirmaram suas participações para competir no Layback Pro presented by Billabong na Praia Mole, nos dias 10 a 14 de novembro em Florianópolis. O campeonato que marca o retorno de Floripa ao calendário do Circuito Mundial da World Surf League após 5 anos e da Praia Mole após 11 anos, é uma realização da Federação Catarinense de Surf (FECASURF). O limite de 144 participantes da etapa masculina do WSL Qualifying Series com status QS 3000, já foi ultrapassado e tem lista de espera. Já para a etapa feminina do QS 1000, restam apenas duas vagas para completar o número máximo de 32 competidoras.

Os principais destaques são seis dos onze titulares da "seleção brasileira" que disputou o World Surf League Championship Tour com os melhores surfistas do mundo esse ano, o campeão mundial Adriano de Souza, Yago Dora que é o cabeça de chave número 1 do Billabong apresenta LayBack Pro, Jadson Andre, Miguel Pupo, Caio Ibelli e Alex Ribeiro. Também estão na lista, quatro surfistas que já conquistaram títulos mundiais da World Surf League na categoria Pro Junior, o próprio Caio Ibelli em 2011, Lucas Silveira em 2015, Mateus Herdy em 2018 e o atual campeão, Lucas Vicente.

HOSSEGOR, FRANCE - OCTOBER 20 : Yago Dora of Brazil surfing during Round of 96 of the Quilsilver Pro France on October 20, 2021 in Hossegor, France. (Photo by Damien Poullenot/World Surf League) Yago Dora é o cabeça de chave número 1 do LayBack Pro apresentado pela Billabong - WSL / Damien Poullenot

Lucas e Mateus são duas jovens promessas do surfe catarinense, para brilhar na divisão de elite do esporte em breve. Os dois participaram como convidados de etapas do World Surf League Championship Tour esse ano. Lucas reforçou a "seleção brasileira" na etapa do Surf Ranch na Califórnia e Mateus na do México. Eles também estão competindo no WSL Challenger Series 2021, o novo campo de batalha pelas vagas na elite do CT. Duas semanas atrás, estavam na Califórnia, na passada em Portugal e nessa agora na França.

Companheiro do campeão mundial de 2019, Italo Ferreira, na equipe Billabong, Lucas Vicente está ansioso em poder competir na Praia Mole pela primeira vez, depois que virou surfista profissional. Ainda mais em uma etapa apresentada pelo seu patrocinador. Florianópolis é a cidade do Brasil que mais sediou etapas do WSL Qualifying Series. Das 140 disputadas desde 1992 até 2020, 27 delas foram nas praias da Ilha de Santa Catarina e o Billabong apresenta LayBack Pro será a 11.a a acontecer na Praia Mole. A última foi 11 anos atrás, em 2010.

LEMOORE, CA, UNITED STATES - JUNE 19: Lucas Vicnete of Brazil surfing in Heat 5 of the Qualifying Round of the Surf Ranch Pro presented by Adobe on JUNE 19, 2021 in Lemoore, CA, United States. (Photo by Pat Nolan/World Surf League) Lucas Vicente competindo na etapa do CT do Surf Ranch esse ano - WSL / Pat Nolan

"A expectativa está gigante, pois faz muitos anos que a Praia Mole não recebia um evento desse porte", destaca Lucas Vicente. "Quando eu era criança, eu sempre ia lá assistir os campeonatos, inclusive eu estava lá naquele que o Gabriel Medina ganhou do Neco Padaratz (em 2009 se tornando o mais jovem vencedor de etapas do Circuito Mundial da WSL, com apenas 15 anos de idade). É um lugar que fez parte da minha infância e faz bastante tempo que eu não participo de um evento em casa, com minha família e meus amigos na areia. Então, estou numa expectativa muito alta e quero fazer bonito pro título ficar em Floripa".

Além de Lucas Vicente e Mateus Herdy, todos os surfistas da América do Sul que estão competindo no WSL Challenger Series esse ano, vão participar do Billabong apresenta LayBack Pro. Esta lista tem titulares na seleção brasileira do CT 2021, como Yago Dora, Caio Ibelli e Alex Ribeiro, ex-tops da elite, como Alejo Muniz, Ian Gouveia, Jesse Mendes, Willian Cardoso, Michael Rodrigues e Wiggolly Dantas, os também brasileiros João Chianca, Samuel Pupo, Thiago Camarao, Lucas Silveira, Weslley Dantas, Edgard Groggia, Rafael Teixeira, Marcos Correa eLuel Felipe, os peruanos Alonso Correa e Miguel Tudela e o uruguaio Marco Giorgi.

ERICEIRA, PORTUGAL - OCTOBER  6 : Silvana Lima of Brazil surfing in Round of 64 at  the Meo Vissla Ericeira Pro on October 6, 2021 in Ericeira, Portugal. (Photo by Damien Poullenot/World Surf League) Silvana Lima é uma das atletas olímpicas no Billabong apresenta LayBack Pro - WSL / Damien Poullenot

ATRAÇÕES FEMININAS - Na categoria feminina, quase todo o time sul-americano que está participando do WSL Challenger Series 2021, também estará na Praia Mole competindo no Billabong apresenta LayBack Pro. Entre elas, três surfistas que estiveram no Japão disputando medalhas na estreia do surfe nas Olimpíadas de Tóquio, Silvana Lima que já foi vice-campeã mundial do CT duas vezes, a peruana Daniella Rosas e a equatoriana Dominic Barona. As outras surfistas que disputam o Challenger Series são a peruana Sol Aguirre e a brasileira Summer Macedo.

Outras atrações entre as meninas, são a catarinense bicampeã sul-americana Pro Junior da WSL Latin America em 2016 e 2019, Taina Hinckel, da Guarda do Embaú, a irmã do tricampeão mundial, Sophia Medina, e as também jovens promessas, como Julia Duarte, Isabela Saldanha, Laura Raupp, Pamella Mel, Isabelle Nalu, entre outras. Surfistas de outros países também vão competir, como a peruana Melanie Giunta, vencedora do último QS feminino em Santa Catarina e o penúltimo no Brasil, em 2018 em São Francisco do Sul, a argentina Coco Cianciarulo e a chilena Paloma Santos.

Taina Hinckel - Oi Pro Junior Series Tainá Hinckel conquistando seu segundo título sul-americano Pro Junior em 2019 - WSL / Daniel Smorigo

RANKING REGIONAL - O Billabong apresenta LayBack Pro vai abrir os rankings regionais da temporada 2021/2022 da WSL Latin America, que vão definir dez homens e cinco mulheres para competir nas etapas do WSL Challenger Series do ano que vem. Neste ano, os classificados para disputar as vagas que completam a elite do World Surf League Championship Tour, foram decididos nas duas etapas realizadas em junho no Equador. Agora, a batalha começa nos dias 10 a 14 de novembro na Praia Mole de Florianópolis.

O LayBack Pro apresentado pela Billabong é uma realização da Federação Catarinense de Surf (FECASURF) e a Agência Esporte Arte (AEA) é co-realizadora e a licenciada pela WSL Latin America para promover uma etapa do WSL Qualifying Series, com o patrocínio da Corona e GND Incorporadora e apoio da Prefeitura Municipal de Florianópolis, através da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer, da Fundação Municipal de Esportes, do Hotel Selina Floripa e da Associação de Surf da Praia Mole (ASPM). A competição será transmitida ao vivo pelo WorldSurfLeague.com e pelo aplicativo grátis da WSL.

World Surf League
Download it for free on the App store. Download it for free on Google Play.
Download
Download